Home » , , , , » AQUARIUS: Após filme ganhar censura de 18 anos diretor volta atacar governo brasileiro

AQUARIUS: Após filme ganhar censura de 18 anos diretor volta atacar governo brasileiro

Written By Marcelo Pazetto on 23 agosto 2016 | 20:34


O diretor Kleber Mendonça Filho adotou o discurso de vitima de perseguição política desde que retornou ao Brasil, quando se manifestou com cartazes contra "o golpe" (defendendo ao desgoverno de Dilma Roussef) na première de "Aquarius" no Festival de Cannes, voltou a atacar o governo interino de Michel Temer ao reclamar da classificação etária recebida por seu filme.

O filme Aquarius recebeu classificação indicativa para maiores de 18 anos, pelo Ministério da Justiça, devido a 'cenas de sexo explícito' e 'drogas'. Na rede social (Facebook), o cineasta ironizou a decisão. "Alguém no governo fortalecendo o marketing desse filme. Incrível", ironizou o diretor, dando a entender que o filme sofre perseguição federal.

Vale ressaltar que o filme não tem super-her[ois, não é um besteirol com atores da Globo nem um romance adolescente. O tem do filme é "social", onde os personagens principais tem mais de 30 anos. Porém a ironia destilada na rede social dá a entender que a censura elevada possa prejudicar o "sucesso" de seu lançamento.

Kléber Mendonça Filho reclama de tudo o que tem direito, porém mama na teta do governo onde usufrui de tudo que tem direito, em termos de apoio público - desde o incentivo para filmar Aquarius, até a verba usada em sua viagem para a França. Destacando que verba pública não deveria jamais patrocinar atos políticos, elevando esse tema para uma discussão mais ampla, que envolve o aparelhamento do Estado pelo governo Petista.




Aquarius irá abrir 44ª edição do Festival de Gramado na sexta (26) e terá estreia comercial em 1 de setembro.
Share this article :
 
Support : | |
Copyright © 2011. Premiere Line - All Rights Reserved