Depois de 25 anos, criador de Doug Funnie fala se ele fica com Patti


A série animada americana Doug Funnie foi um grande sucesso dos anos 90, já fazem 25 anos desde sua estreia na TV nesta quinta-feira (11), o desenho conta a história de Doug um menino de 11 anos que ama desenhar e vive com sua família na cidade de Bluffington, o mesmo tem uma paixão secreta por sua melhor amiga, Patti Maionese.
O criador Jim Jinkins revelou ter escrito esboços para uma sequência em formato de longa-metragem animado, que se passa dez anos após os acontecimentos da série, Doug deixaria Bluffington e moraria em Nova York, onde trabalharia como artista autônomo.
"Não tenho o roteiro completo, mas algumas histórias estão escritas", antecipou Jinkins ao site Entertainment Weekly. "Skeeter [melhor amigo de Doug] seria seu companheiro de quarto. Judy [irmã de Doug] seria atriz fora da Broadway e faria papéis estranhos", completou. Costelinha, cachorro de Doug, continuaria vivo.
A pergunta que nunca se calou é se Doug Funnie e Patti Maionese finalmente ficariam juntos, para a frustração dos fãs, Jinkins negou: "Isso não acontece porque a maioria das pessoas não fica com seu primeiro amor. "


Doug Funnie foi baseado na vida de Jim Jinkins, que se apaixonou pela melhor amiga, e isso serviu de inspiração para a personagem Patti Maionese. Para Jim o final foi triste, em um reencontro com seu amor juvenil, a mulher real o frustrou ao apresentar seu marido.
"Cogito um final diferente para Doug. Eu não sei a resposta ainda. Mas posso adiantar que o que eu gostaria de fazer é Patti não casada, mas em um relacionamento sério", afirma.
A continuação de Doug Funnie não depende de Jim Jinkins, e sim da Disney, que comprou os direitos do desenho em 1996, após cinco anos na Nickelodeon. "A Disney tem o direito de fazer qualquer novidade, mas eles não têm interesse no momento", lamentou.
O desenho foi lançado em 11 de agosto de 1991 com quatro temporadas pela Nickelodeon, depois, foi para a Disney, onde foi produzido mais três (totalizando 117 episódios) e um filme.
No Brasil, o desenho foi exibido pela TV Cultura, SBT e Band.


Julianne Agge
Julianne Agge

INSTAGRAM