Home » , » Netflix compra briga por aumento da franquia da internet nos EUA

Netflix compra briga por aumento da franquia da internet nos EUA

Written By Cleber Campos on 14 setembro 2016 | 22:30

Resultado de imagem para Netflix

Créditos: TecCelular (Link)

O Netflix entrou com uma representação no o FCC (órgão de regulamentação das comunicações nos Estados Unidos) alegando que as empresas de telefonia oferecem pacotes muito baixos para os clientes.

A empresa argumenta que a cota de 300 GB, a mais popular por lá, por mês serve "apenas para satisfazer as necessidades de televisão via Internet de um americano médio", sem levar em conta outras coisas que os consumidores querem fazer na Internet, como navegação na web e download de jogos e aplicativos e, inclusive, assistir filmes na plataforma.

O documento enviado à FCC declara que a limitação de consumo em linhas fixas “não parece servir a um propósito legítimo”. O serviço de streaming condena a restrição de dados, mas principalmente os limites muito baixos, que afetam pesadamente o uso do aplicativo em dispositivos móveis e assim limitariam as opções do consumidor.

Para um usuário acima da média, que utilizaria tecnologias mais pesadas como vídeo em 4K, o pacote deveria ser ainda mais alto, alerta a empresa de streaming. Um "usuário acima da média" de hoje será o usuário médio em um futuro próximo com a popularização e padronização do vídeo 4K e dispositivos compatíveis.

Quanto maior a qualidade dos vídeos, mais gastos de dados são registrados. Segundo a Netflix, um streaming de 3 ou 4 horas de conteúdo HD consome aproximadamente 10 GB, enquanto um material em Ultra HD no mesmo período utilizaria 24 GB. Algumas empresas de telefonia dos EUA, já prevem esse aumento de demanda e têm oferecido pacotes maiores.

A FCC tem um histórico de considerável neutralidade nesses assuntos. No entanto, conforme as disputas de interesse se acirram, a situação pode ficar mais complicada para os usuários finais. Pelo visto, a divergência de interesses dos clientes e operadoras de serviço vista aqui pela Anatel, que disse não poder barrar a limitação da internet fixa, ocorre também em outros países. Um recente estudo, inclusive, mostra que a restrição de dados em internet de banda larga fixa prejudica os mais pobres.

Share this article :
 
Support : | |
Copyright © 2011. Premiere Line - All Rights Reserved