Conheça a cidade natal, motivo de sua morte, altar egos da personagem 'Supergirl'


A DC tem excelentes super-heroínas maravilhosas e uma delas é a prima do Homem de Aço, a Supergirl, que tem alguns altar-egos e curiosidades que você fã da série ou até mesmo dos quadrinhos precisa saber.

ORIGEM
A super heroína foi originalmente concebida como uma contraparte feminina do popular do Universo DC. A Supergirl mais popula é Kara Zor-El que assume o alter ego civil de Linda L. Danvers, criada por Otto Binder e Al Plastino, sua primeira aparição foi em Action Comics  #252 de 1959.
AS PRIMEIRAS...
A primeira Supergirl apareceu em Superboy #56 de 1949, era a Rainha Lucy, vinda do país Latino-Americano Borgonia. A segunda Supergirl apareceu em Superman #123 (Agosto 1958) em uma história em que Jimmy Olsen usou um totem místico desejando a existência de uma Supergirl para ajudar Superman. Após mais atrapalhar do que ajudar, 'A Garota de Aço' morreu protegendo o Superman de um meteoro de kryptonita.

Resultado de imagem para Supergirl desenho

CIDADE NATAL
Argo City (Krypton) é uma cidade fictícia criada pela DC Comics, local de nascença de Supergirl.
ALTAR EGO 'PODEROSA'

Poderosa era a versão da prima do Superman da Terra 2, na dimensão da Terra 2. Sua primeira aparição foi em All Star Comics #58 (January/February 1976).
SUPERGIRL (MATRIZ)
John Byrne lançaria uma versão não humana da Supermoça que ficou conhecida como Matriz. Superman achou-a na dimensão chamada Mundo Compacto. Matriz foi uma criatura artificial criada pelo Lex Luthor daquele mundo, que era bondoso. Este Luthor usou DNA de Lana Lang do Mundo Compacto junto a uma substância chamada protomatéria.

Esta Lana havia morrido devido a destruição provocada por 3 criminosos kryptonianos que Luthor ingenuamente libertou da Zona Fantasma. Matriz tinha Super-força e velocidade mas diferente da Supermoça original ela era uma transmorfa e não era kryptoniana, ela também podia lançar poderosas rajadas mentais e tinha uma habilidade telecinética. Ela também podia assumir a forma de outras pessoas e ficar invisível.

Essa Supermoça chegou a se apaixonar por Lex Luthor do nosso mundo, acreditando que o mesmo fosse bondoso assim como o Luthor do Mundo Compacto e a ter um relacionamento com ele, e por muitos anos foi sua aliada. Mas após ela descobrir que ele tentou cloná-la várias vezes, ela tentou matá-lo e foi impedida por Superman. Após isso ela ficou vagando pela terra sem lembranças de seu planeta natal sem identidade e com poucos laços afetivos.

Para salvar a vida de uma jovem chamada Linda Lee Danvers, Matriz fundiu-se com ela, tendo agora o poder de assumir uma identidade secreta real.

SUPERGIRL É MAIS VOA MAIS RÁPIDO QUE SUPERMAN


O fato que a heroina voa mais rapido que seu primo, Superman é fato comprovado pelas próprias HQs. Nas revistas em quadrinhos isso é revelado através de uma posta de Flash com a personagem. Uma vez que o Superman não passa Flash e sua prima sim.

Imagem relacionada

PODERES E HABILIDADES

Com exceção de Matriz, todas as personagens chamadas Supergirl tinham poderes semelhantes a Superman, incluindo super força física, altíssima invulnerabilidade, capacidade de voo em velocidade supersônica, sopro congelante, visão de raio X, visão de calor e etc.

É possível que a Kara seja até mais forte que o próprio Superman. Enquanto Kal-El possui barreiras vindas de sua criação na Terra e várias tragédias, a Supergirl cresceu em Kripton, recebeu treinamento no planeta e alguns especulam que o desvio de sua cápsula espacial pode ter lhe favorecido, expondo-a por mais tempo e mais diretamente à luz de estrelas amarelas.


SUPERGIRL ORIGINAL FOI MORTA
Depois de várias mudanças de uniforme e relançamentos da personagem, a Supergirl original foi morta pelo Antimonitor na saga Crise das Infinitas Terras, publicada em 1985. Ademais, a própria saga eliminou quaisquer memórias a respeito desta Supergirl, dado que quando os heróis enfrentaram o Antimonitor na aurora do Tempo, a história foi mudada, e esta Supergirl nunca existiu para os efeitos do Pós-crise, sendo Superman o último kriptoniano vivo.

LANTERNA VERMELHA
Os anéis dos Lanternas passam longe de Clark Kent, mas o mesmo não pode ser dito de sua prima. Durante os Novos 52, a Supergirl ganhou um anel dos Lanternas Vermelhos – que se liga à ira, a raiva. Se a Kara já era mais impulsiva que o Clark normalmente, com o anel ela foi ao auge da raiva e do poder. (Legião dos Heróis)


Share on Google Plus

ENQUETE