Episódio de Os Simpsons foi banido na Rússia por causa de Pokémon GO


O alto clero da Igreja Ortodoxa Russa, corrente teológica do Cristianismo, não está nada feliz com a principal criação de Matt Groening, Os Simpsons. O motivo é bastante peculiar: apesar de todos os episódios do seriado que poderiam ter sido considerados polêmicos, o incômodo russo foi provocado justamente por uma referência a a um aplicativo e a uma contróversia gerada pelo Pokémon GO em setembro de 2016 no país governado por Vladimir Putin. 

No capítulo "Looking for Mr Goodbart", Os Simpsons parodiou o famoso jogo de caça de Pokémons, transformando-o em "Peekimon Get". Homer utiliza-o para procurar igrejas para os "Peekimons" e, por isso, os representantes da Igreja Ortodoxa encontraram uma relação com o caso de Ruslan Sokolovsky, um blogueiro que foi preso por caçar Pokémons em uma igreja de São Petersburgo. No momento, Sokolovsky está enfrentando a acusação de ter "insultado os sentimentos dos crentes" e pode pegar até cinco anos de cadeia. Muitas vozes já pediram a soltura do blogueiro, inclusive as da banda Pussy Riot, que ficou famosa por suas canções de protesto contra o governo de Putin.

O canal 2x2, que transmite Os Simpsons na Rússia, declarou que decidiu retirar o episódio do ar como uma forma de proteger a emissora. O Arcipreste da Igreja, Andrei Novikov, afirmou que o episódio contém "propaganda hollywoodiana" e demandou mais controle sobre os produtos midiáticos que chegam ao mercado de entretenimento russo. E você, o que acha da controvérsia?
Share on Google Plus