Reboot de "Mortal Kombat" será bem violento

Resultado de imagem para mortal kombat

Há alguns anos o reboot do clássico dos video games, "Mortal Kombat" circula por Hollywood sem conseguir acontecer. Os direitos estão nas mãos da New Line agora, que convidou Oren Uziel, o roteirista do primeiro manuscrito do reboot, de dois anos atrás, para escrever o novo filme. Foi sobre ele que o roteirista falou com o Collíder e disse que o novo "Mortal Kombat" tende a seguir a linha de filmes mais violentos de heróis, pois terá uma classificação R-Rated (para maiores de 17 anos nos EUA).

“Então eu escrevi um material que serviu de base para o que ‘Mortal Kombat’ será, mas isso tem rolado há um certo tempo já. Eu sei que James Wan veio para produzir então para mim isso foi um bom sinal de que talvez as coisas estão esquentando novamente, mas não sei as especificidades, além dessa informação. [;..] Mas eu sei que seria como se você pegasse ‘Os Vingadores’ ou uma narrativa semelhante a esta e embasasse em um mundo de Mortal Kombat classificação R-rated pesado, com violência exagerada e muita ousadia. Era um pouquinho assim, era um pouquinho dessa história de ‘procura-se’ que reunia um monte desses personagens com pancadaria e tinha um tom que era divertido, mas bem obscuro”. Disse Uziel.

O longa será dirigido pelo estreante Simon McQuoid e será produzido pelo badalado James Wan, responsável pelas grandes franquias de terror da atualidade como "Invocação do Mal" e "Annabelle". "Mortal Kombat" já apareceu nas telonas em duas outras oportunidades, nos anos de 1995 e 1997, sendo sucesso de público apenas no primeiro. Mais informações devem ser divulgadas em breve.


Share on Google Plus