Análise | American Gods 01x07 - A Prayer For Mad Sweeney | Mais um episódio fora da narrativa principal

Fala pessoal, bem vindos para mais uma análise de episódio de American Gods, e agora a penúltima. É triste que uma série tão boa que aborda temas tão fortes da sociedade tenha de nos deixar por um tempo e só voltar daqui á um ano, mas ainda temos mais um episódio para nos despedirmos e aproveitarmos, no entanto, vamos falar deste penúltimo episódio em especial: A História de Essie MacGowan.

Assim como o episódio quatro desta temporada, onde conta a história de Laura do momento que ela conhece Shadow até sua volta do mundo dos mortos, este episódio não andou muito com a história principal, sendo a atriz Emily Browning interpretando novamente uma protagonista no episódio, mas agora com uma personagem diferente: A irlandesa Essie MacGowan.



O episódio inicia com uma breve introdução com Mr. Ibis e Mr. Jacquel, onde Jacquel pergunta sobre uma história que ele iria escrever, e então convencido por Jacquel, Ibis escreve a história de Essie desde sua infância na Irlanda ouvindo as histórias do mundo das fadas, enquanto espera seu pai voltar de uma viagem pelo mar até seu falecimento. Uma trágica história contada nos livros, que foi perfeitamente adaptada para a série.

Entretanto, mesmo sendo uma história trágica incluída no livro, era mesmo necessário um episódio quase inteiro sobre ele? Evidente que se trata de um conto longo, mas poderia ser sutilmente resumido. Não considerando o tal como um episódio ruim, como já dito, ficou tudo lindo. Mas certos alongamentos na história a tornam complicado de acompanhar. Por exemplo, depois do final do sexto episódio era de se esperar uma continuação imediata, mas nos foi colocado um episódio entre o desenvolvimento e a conclusão.



Apesar de tudo, o episódio revezou bem a realidade atual com o passado, mostrando a saga de Salim (que deixa o grupo nesse episódio), Laura e Mad Sweeney, que nesse episódio foi bem mais desenvolvido que nos anteriores. Revelando também algo impactante: Mad Sweeney foi responsável pela morte de Laura. Após um segundo acidente envolvendo os dois, a moeda salta para fora do corpo de Laura, e em um sentimento de culpa, Mad Sweeney a coloca de volta no corpo, continuando assim a jornada da dupla até Shadow e Wednesday.


Próxima semana teremos o último episódio desta temporada e a série só voltará próximo ano com sua segunda temporada. American Gods é uma série original do canal Starz e é exibida na madrugada do sábado para o domingo e está disponível online no serviço de streaming Amazon Prime Video todas as segundas. Até a próxima e última análise desta temporada. Que os Deuses vos abençoem.
Guilherme Soares
Guilherme Soares

INSTAGRAM