Análise | Orphan Black 5X2

CONTÉM SPOILERS


Olá, pessoas. Bem-Vindas de volta ao Clone Club.

O episódio dessa semana me deixou particularmente triste e com raiva, no decorrer da análise vocês irão entender porque.

No início do capítulo, mostra Sarah (a mãe de as clones) perdida, presa, machucada no Dyad e com raiva. Do nada, um vídeo de Alisson- que estava como refém das pessoas da Neo,no episódio passado- dizendo que estava bem, em casa e que Rachel estendeu a bandeira branca da paz, depois aparece um vídeo de Cosima, que também afirma estar bem, que o tratamento estava funcionando e do nada como o vídeo começou, ele é desligado por Ferdinando.




Sarah é levada para encontrar Rachel, que propõe um acordo, porém como já imaginávamos nada sairia de graça, em troca ela quer estudar Kira, como já era de se esperar, Sarah diz não, mas aí a pequena Kira e Mrs. S. surgem na sala, ela sem saber o que fazer, sabendo que poderia salvar suas irmãs, pergunta a Siobhan o que ela acha e ela concorda com a clone do mal. Esse foi o primeiro tapa que eu levei nesse episódio, eu não achei que foi uma reviravolta boa, porque novamente Rachel tem o que quer. Mas como estava nos primeiros dez minutos, eu esperei para ver o que ia acontecer.

Com todos já em casa, Sarah está combinando com o cachorrinho de Rachel (Ferdinand) para pegar Kira depois da escola, ela concorda e ele vai embora, mas deixa seus capangas vigiando a casa. SIM, mais uma clone que estávamos com saudades dá o ar da graça. M.K. manda uma mensagem para Sarah e infelizmente descobrimos que ela está doente igual a Cosima. M.K. que sempre estava fugindo, agora está no apartamento de Felix e com sua ajuda, ela bola um plano para Sarah e Kira irem embora do país.


Uma das maiores surpresas desse episódio foi Cosima sendo chamada pelo ‘’ Deus ‘’ da Neo, eles tiveram uma conversa muito ‘’ de boas ‘’ e bem enigmática. Basicamente, ele deixou Cosima livre para continuar suas pesquisas para conseguir definitivamente a cura para suas sestras. 



Graças aos Deuses, Donnie conseguiu levar Helena para o hospital, mas ela teve que se passar por Alisson. Foi uma das melhores partes do episódio, na verdade para mim, todas as partes que Helena aparece são as melhores... e ah, descobrimos que os " babies" dela, podem se curar sozinhos, nisto, os médicos se impressionam e pedem para fazer mais exames, como Helena é louca, desconfiada e assassina, ela bola um plano com Donnie para fugir. Mas antes de escapar, ela deixa sua marca, matando a médica que iria fazer o seu exame. (HELENA, EU TE VENERO !!)


Com tudo acertado, Mrs. S., Sarah, Felix e M.K. começam a colocar o plano de fulga em pratica, que consiste em Sarah se passar por Rachel, indo buscar Kira mais cedo na escola e Felix levaria M.K. até o ponto de encontro que eles tinham marcado, onde após isso, elas iriam com um carro dirigido por  um dos ‘’amigos’’ de Siobhan que as levariam até o aeroporto. A primeira parte do plano dá super certo, porém se não desse errado não seria Orphan Black e nem a vida de Sarah, M.K não segue o plano e Sarah vai até o apartamento de Felix para buscá-la, mas sem perceber, Sarah é seguida por Ferdinand, no entanto M.K. a ajuda e ela consegue subir até o apartamento. Essa foi aquela parte que foi tiro atrás de tiro, se você piscasse perdia uma coisa.


Agora chegamos a parte mais emocionante e triste do episódio, M.K. diz a Sarah que não vai, sem muito tempo e cansada, Sarah insiste e diz a sua sestra que vai ficar tudo bem, mas M.K. resiste e diz que não e dá um jeito de Clone mãe de todas fugir se passando por ela, enquanto Ferdinando tenta arrombar a porta. Depois de tentar muito, ele consegue abrir a porta e ver M.K. fantasiada de Rachel, ele vai para cima dela, ela tenta o acertar com uma faca, mas é em vão, ele a derruba no chão, diz coisas horríveis a ela, porque na quarta temporada, ela como Hacker profissional o roubou, desde então ele vem tentando se vingar. Mesmo fraca, ela ainda consegue cuspir na cara dele, com raiva, ele difere vários chutes nela, que acaba morrendo. (EU ESPERO MUITO QUE ELE TENHA UMA MORTE LENTA E DOLOROSA).

E então, descobrimos que o plano foi todo em vão, outra reviravolta que me irritou, Kira se recusa a ir embora com Sarah, a menininha diz que quer saber o que era e a única disposta a mostrar isso era a ‘’ Tia Rachel’’. Daí eles voltam para casa, Rachel vai buscar Kira e a leva para o Dyad.


E finalmente depois de quase 40 minutos de tristeza, irritação e raiva, uma coisa boa acontece (É PARA GLORIFICAR DE PÉ). Delphine, dona dos nossos corações aparece na porta da casa de Sarah, quem atende é Mrs. S, Delphine diz que quer conversar, mas em hipótese alguma Sarah pode saber. O episódio chega ao fim com Siobhan dizendo “ estou ouvindo’’.

Considerações finais: Bem, eu já expressei todas as minhas frustrações ao longo da análise, confesso que achei ruim a morte de M.K., mas só nos resta aceitar que ela morreu mesmo. Foi um episódio bom, bem estilo Orphan Black mesmo, o que eu estou gostando nesta temporada, é que a série não perdeu a sua essência, cada episódio continua um tiro diferente em nossos corações. Então, galera, é isso, até a próxima semana e ah, fiquem com a promo e a sinopse do episódio 5X3 que será centrado em Alisson.

 "Pega pela Neoevolução e de volta para casa, Alison planeja voltar para sua comunidade, mas Bailey Downs seguiu em frente, sem ela. Enquanto ela tenta retomar o controle, fantasmas do passado retornam. Art e sua nova parceira aparecem na casa dos Hendrix para procurar por Helena, forçando Art a tomar um decisão difícil."


Share on Google Plus