Justin Bieber | Evolução de um dos maiores hitmaker da historia da música (2009 - 2017)


Justin Bieber ingressou no mercado musical em 2009, com o seu álbum de estreia  "My World", que continha os singles  "One Time", "One Less Lonely Girl", "Love Me" e "Favorite Girl", todas ficando nos top 15 da Canadian Hot 100 e no top 40 da Billboard Hot 100.

Vamos ser sinceros, a carreira de Bieber é uma verdadeira historia de sucesso, desde de que lançou o seu primeiro disco, o cantor nunca conheceu um fracasso de vendas ou de críticas.

Resultado de imagem para Justin Bieber 2009

Justin acompanha as fases em que a música está, por exemplo, em ''Baby'' música lançada em 2010, junto com a segunda parte do primeiro álbum, o cantor lançou uma faixa chiclete, um dos primeiros clipes a viralizar na era do Youtube. 

A canção foi escrita pelo canadense, Christopher "Tricky" Stewart, Terius "The-Dream" Nash, cujo último trabalhou com Bieber em "One Time", pela cantora de R&B Christina Milian e Ludacris. O single foi disponibilizado para download digital em 18 de janeiro de 2010. "Baby" vendeu mais de 6,4 milhões downloads e esteve entre os dez mais vendidos de 2010, de acordo com o ranking da IFPI.

Resultado de imagem para Justin Bieber 2010

Só para ter uma ideia, Bieber debutou em 1 lugar nos Charts, deixando Katy Perry com ''Teenage Dream'' pra trás e até mesmo, Rihanna com ''Only Girl".

Ambas as músicas também debutaram em primeiro lugar em dias diferentes, mas logo foram caindo para dar espaço a "Baby".

Os próximos singles: "Eenie Meenie", "Somebody to Love" e "U Smile", alcançaram o top 20 da Canadian Hot 100 e as trinta primeiras posições da Billboard Hot 100.

Bieber parecia ter achado a formula de sucesso que a muito tempo não se via, mas a imprensa queria entender como um garoto conseguia fazer, o que nem mesmo Jay-Z, Kanye West, Usher, Justin Timberlake e Bruno Mars, não estavam dando conta de fazer.

Resultado de imagem para Under the Mistletoe Justin Bieber

Em 2011, Bieber lançou seu segundo álbum de estúdio, Under the Mistletoe. O disco vendeu 225,000 cópias em sua semana de lançamento e estreou na primeira posição na Billboard 200, vendendo mais de duas milhões de cópias mundialmente em menos de dois meses depois de lançado. Foi certificado como Platina nos Estados Unidos e Platina tripla no Canadá. 


Resultado de imagem para Mistletoe Justin Bieber

O primeiro single do disco, "Mistletoe", vendeu mais de 700,000 cópias mundialmente, tornando-se a canção natalina mais vendida em um ano. No dia 26 de março de 2012 foi liberado o single "Boyfriend", que tornou-se um dos singles mais vendidos em sua primeira semana nos Estados Unidos devido aos mais de 559,000 downloads pagos. 

Resultado de imagem para Justin Bieber 2012

A canção foi considerada pelos críticos como a transição de Bieber de artista teen para o mundo adulto, alcançou a vice-liderança na principal parada dos Estados Unidos e a primeira posição no Canadá. Em menos de um ano desde seu lançamento, já havia vendido mais de três milhões de cópias, sendo certificado de Platina triplo pela RIAA.

Resultado de imagem para Believe Justin Bieber

 O terceiro álbum de estúdio, Believe, foi lançado cerca de três meses depois, estreou na primeira posição em mais de quinze países.

Believe estreou na primeira posição da tabela americana Billboard 200 com 374 mil cópias vendidas - sendo o álbum com a maior estréia de 2012 (superando MDNA de Madonna), se tornou o quarto álbum de Bieber a alcançar esta posição.  No final de julho de 2012, tinha vendido 649 mil cópias no país.

Resultado de imagem para Justin Bieber 2014

 O álbum vendeu 57 mil cópias em sua primeira semana no Canadá, estreando a primeira posição do gráfico Canadian Albums Chart. Ele também estreou no britânico UK Albums Chart na primeira posição, denotando 38,115 cópias e tornando Bieber o artista solo mais jovem do sexo masculino a lidera pela segunda vez o gráfico.

 No Japão, alcançou o posto de número sete da Oricon Weekly Albums Chart por ter vendido 13 mil edições. Na classificação irlandesa divulgada pela Irish Recorded Music Association e na da associação italiana Federazione Industria Musicale Italiana, situou-se na primeira posição enquanto nas das regiões belgas Valônia e Flandres permaneceu na segunda posição da Ultratop.

Resultado de imagem para Believe Acoustic

Believe Acoustic é o segundo álbum acústico lançado pelo cantor canadense Justin Bieber. O álbum é composto por onze faixas, sendo oito delas regravações acústicas do álbum Believe (2012) e três canções inéditas. 

Jocelyn Vena da MTV observou que Bieber conseguiu reinventar muitas músicas desse CD para soulful, em acústicos que colocam sua voz em exibição, sem os sintetizadores e falhas, e ainda transformou "Boyfriend" em um R&B mais lento. Revisando as faixas inéditas, Vena notou que "Yellow Raincoat" e "Nothing Like Us" são baladas que lidam com o desgosto - tanto no amor quanto as coisas que ocorrem ao ter que viver a vida aos olhos do público - enquanto "I Would" é mais otimista.

 James Montgomery, também da MTV, deu uma atenção especial a "Nothing Like Us", observando: "A faixa tornou-se rapidamente o ponto principal de seu álbum Believe Acoustic, e por uma boa razão: é, sem dúvidas, a coisa mais não guardada (e sem swag) que ele já fez; uma honesta, e aberta avaliação sobre suas falhas pessoais." Montgomery ainda comentou as comparações existentes entre a faixa e o single "Cry Me a River" (2002), de Justin Timberlake, dizendo: "Por isso, não importa o quão perfeito teria sido, 'Nothing Like Us', na verdade, não tem nada a ver com Cry Me A River. [...] É uma música que pode marcar o próximo passo de sua carreira, uma que nenhum de seus contemporâneos parecem ser capazes de criar, a gravação reflete que, aos 18 anos, ele já provou ser mais maduro que Justin Timberlake era aos 21".

Resultado de imagem para Justin Bieber 2014

Em menos de 24 horas após seu lançamento, o álbum alcançou o topo da lista dos mais vendidos do iTunes de sessenta e três países, entre eles Estados Unidos, Portugal e Brasil, além de também chegar a segunda posição na Suíça e a terceira posição na França.

 Na mesma semana, a revista Billboard publicou uma matéria onde previa que o disco poderia estrear na primeira posição na Billboard 200, com vendas entre 180 e 190 mil cópias. Se isso acontecesse, Bieber se tornaria o primeiro artista a ter cinco álbuns no topo do ranking antes de completar 19 anos, além de também se tornar o 10º artista a conquistar a primeira posição da parada por quatro anos consecutivos. O disco vendeu 211,039 cópias em sua primeira semana, estreando no topo da tabela e fazendo com que Bieber batesse o recorde. O álbum vendeu 158 mil cópias digitais, estreando em primeiro no Digital Albums.

Resultado de imagem para Justin Bieber 2015

Journals é a segunda coletânea musical do cantor canadense, lançada em ara digital download no iTunes Store 23 de dezembro de 2013 pela editora discográfica Island Records.

A coletânea é considerada o pior álbum da carreira do cantor, porém mesmo sendo o pior foi aclamado pela crítica e debutou em 1° lugar em mais de 9 países. 

Purpose é o quarto álbum de estúdio do cantor, o seu lançamento ocorreu em 13 de novembro de 2015 através da Def Jam Recordings. O álbum foi precedido pelo lançamento do single "What Do You Mean?" em 28 de agosto de 2015. O álbum serve como o retorno de Bieber após seu terceiro álbum de estúdio, Believe (2012).

Resultado de imagem para Justin Bieber 2015

Após o seu lançamento, o single se tornou o primeiro número um de Bieber no gráfico da Billboard Hot 100 nos Estados Unidos, ocupando o posto, que até então era de The Weeknd com "Can't Feel My Face", por uma semana. 


"Sorry" foi anunciada como segundo single em 16 de outubro de 2015, sendo lançada seis dias depois, através de um vídeo dance, parte de um projeto intitulado Purpose: The Movement. Foi produzida por Skrillex com a colaboração do futuro DJ e produtor Blood Pop. É uma canção dance-pop uptempo que trata de um relacionamento conturbado, com Bieber pedindo perdão.

Resultado de imagem para Justin Bieber 2016

Purpose foi inicialmente proibido em vários países do Oriente Médio devido às referências ao Cristianismo, como a proeminente tatuagem de cruz de Bieber e sua postura rezando, que foram consideradas como "muito provocativas". Uma capa alternativa foi criada para esses países, retratando Bieber no topo de um penhasco, com vista para a costa.

Resultado de imagem para Justin Bieber 2016

Você pode até não gosta da personalidade polêmica do cantor, mas é quase impossível dizer que nunca ficou cantarolando alguma música do canadense. Bieber sem sombra de dúvidas é um grande hitmaker, tudo que ele lança é sucesso, antes mesmo de chegar ao público.

Resultado de imagem para Justin Bieber 2017

Para a matéria não ficar mais extensa, a gente não falar de todas as parcerias de sucesso do cantor, como ''Next To U" onde colaborou com Chris Brown, ou "Despacito" de Luis Fonsi que conseguiu alcançar números imagináveis graças ao Bieber.

Confira o vídeo abaixo com a evolução sonora do cantor.

Charles Zavaroski
Charles Zavaroski

INSTAGRAM