Pabllo Vittar fala da carreira em entrevista a Billboard

Resultado de imagem para pabllo vittar
O sucesso da drag queen Pabllo Vittar ganhou as mídias internacionais. Nesta semana, Pabllo foi entrevistado pela revista Billboard, dos Estados Unidos, e falou de seus recordes no YouTube e do sucesso do disco "Vai Passar Mal".
Pabllo fala do início da sua carreira:

“No meu aniversário de 18 anos eu comecei a fazer isso de verdade. Foi muito divertido a primeira experiência. Eu constumava brincar antes de me montar. Me desenvolvi muito até encontrar a estética perfeita para mim”, afirmou para a revista.
Sobre seu álbum, declarou que foi autoral:

“Eu nunca pensei em fazer um álbum totalmente autoral, com minhas próprias músicas. O produtor Gorky abraçou minha ideia e colocamos minha personalidade no disco.”
Sobre a representatividade da drag queen na mídia:

“A arte drag está crescendo. Nós estamos em anúncios, programas de TV, novelas, filmes etc. As pessoas agora têm mais conhecimento sobre isso e menos preconceito. Recebo muitas mensagens. A comunidade está mudando a imagem como as drags costumavam estar relacionadas, pois antes tudo que fazíamos era apenas festas. Nós ajudamos causas. Meus fãs dizerem que eu os inspiro é o que me inspira. Eu abandonei a faculdade para seguir o meu sonho. Não temos tempo para esperar, temos que fazer o que queremos, ir atrás de direitos e mais respeito.”
E fala sobre a polêmica de ser chamada de mulher trans por alguns veículos:

“Eu achei legal, lindo, agradeci”, disse sobre ser chamada de mulher pela revista Playboy. “É uma forma de representação, mas se ofendi as mulheres trans, peço desculpas. Eu sou um homem, gay, com gênero fluído. Não gosto de me rotular. Nunca me considerei trans. Se as pessoas não entendem isso, eu explico.”


Pabllo está, atualmente, divulgando seu último trabalho "Sua Cara", junto com a cantora Anitta, e lançará em breve seu novo clipe em Marrocos.
Clara Rosa
Clara Rosa

INSTAGRAM