Sophia Boutella afirma que sua personagem em "A Múmia" é um exemplo de feminista


Já está nos cinemas o filme "A Múmia", e um detalhe interessante nesse reboot é que a personagem título é interpretada pela primeira vez por uma mulher. No longa dirigido por Alex Kurtzman quem encara a personagem é a atriz Sophia Boutella que em entrevista ao LA Times, afirmou que devido a trajetória de sua personagem, ela pode ser vista como um exemplo de feminista. 

No filme, a Princesa Ahmanet é membro da família real, mas tem seu direito de ser faraó negado porque é uma mulher. 

“Ahmanet é a definição de uma feminista, eu acho. O que aconteceu com ela é algo que sempre existiu e, estranhamente, ainda existe: ser impedida de assumir como faraó porque o pai dela tem um filho menino. Ela não se conforma com isso. Ela não se vimitiza, e o filme também não a vitimiza”, declarou Boutella.

Em entrevista ao Digital Spy, o diretor Kurtzman, contou que inicialmente a Múmia seria um homem. 

"Quando estávamos no início do projeto, desenvolvemos vários rascunhos onde a Múmia era um homem e havia elementos de história interessantes para ele, mas nunca foi suficientemente diferente. Uma voz na minha cabeça estava dizendo, ‘Faça uma mulher'”, disse o diretor. 

O filme é escrito por Jon Spaihts de "Prometheus". O diretor Kurtzman roteirizou filmes como: "Transformers", "Star Trek" e "Bem-Vindo a Vida", com Michelle Pffeifer e Chris Pine, filme que ele também dirigiu.

“Eu gosto de ver mulheres fortes no cinema. Eu gosto de ver personagens que têm motivações reais, verdadeiras, profundas e honestas. E acho que uma das coisas sobre os monstros em geral é que eles são tão humanos, ironicamente. Isso é parte do porquê eles duraram tanto tempo”, completou Kurtzman.

Além de Boutella, o filme conta com Tom CruiseAnnabelle Wallis, Jake Johnson, Courtney B. VanceRussell Crowe no elenco.

A trama é sobre uma antiga rainha que cujo destino foi injustamente tirado, atualmente ela está mumificada nas profundezas do deserto. Apesar de estar sepultada em sua cripta, ela desperta nos dias atuais. Com uma maldade acumulada ao longo dos anos, ela espelha terror desde as areais do Oriente Médio até os becos de Londres.

A Múmia já está nos cinemas.







J.S. Junior
J.S. Junior

INSTAGRAM