'A Torre Negra' passar por refilmagens intensas e primeiras exibições são um completo fracasso


Variety publicou informações nada agradáveis sobre os bastidores de A Torre Negra.

Na reportagem cita que a Sony não ficou nada satisfeita com o primeiro corte da produção, e que os atrasos na data de estreia (de fevereiro para agosto) foram causados por uma série de motivos.



Após as críticas ao primeiro corte, a Sony ainda assim decidiu colocar essa versão para ser exibida nas sessões testes, principalmente, para entender a visão do público com relação ao que estava na tela.

Porém, o resultado foi ainda mais desastroso.

As pessoas não entenderam a mitologia do longa adaptado da obra de Stephen King, e no final das sessões, o filme foi classificado como “extremamente ruim”.

A Sony desembolsou cerca de US$ 6 milhões para as refilmagens.

Para amenizar, o estúdio adicionou uma mega cena que explica mais sobre o passado do Pistoleiro e do Homem de Preto. Agora resta saber qual será o resultado final.




A Torre Negra‘ estreia nos Estados Unidos nesta sexta-feira, mas até agora a Sony não liberou o embargo das críticas.


Na direção está o dinamarquês Nikolaj Arcel (‘O Amante da Rainha’). A história acompanha a jornada do pistoleiro Roland Deschain através do Mundo Médio e outros para frustrar o objetivo do Rei Carmim de destruir a Torre Negra, o eixo que mantém todos os universos intactos.




Marcelo Pazetto
Marcelo Pazetto

INSTAGRAM