Bingo | Filme brasileiro não cita Silvio Santos, mas repercute com a polêmica sobre Xuxa Meneghel

Resultado de imagem para bingo o rei das manhãs


Lançado, há uma semana 'Bingo - O rei das manhãs', é repleto de referências à televisão brasileira, em especial ao SBT e à Globo. O filme de Daniel Rezende conta como base à história de Arlindo Barros, um dos atores que fez o palhaço Bozo entre 1982 e 1987

"Uma história inspirada em fatos reais, porém omite detalhes importantes, troca de nomes e embaralha uma série de fatos e datas", segundo o crítico do site UOL, Maurício Stycer.

Por problemas autorais, Bozo virou Bingo (Vladimir Britcha), Arlindo Barros se chama Augusto Mendes, SBT é a TVP e a Globo se tornou Mundial. Por mais que a chegada do palhaço ao Brasil foi devido pela compra de Silvio Santos, o filme não faz referência ao nome dele. Por mais que houve boatos que o dono do SBT iria participar. "Nem mesmo na cena em que ocorre a entrega do equivalente Troféu Imprensa ele aparece", diz Stycer em sua crítica.

Mas está rolando uma polêmica em relação a rainha dos baixinhos, Xuxa Meneghel. Que há uma cena em que Bingo ao festejar por estar em primeiro lugar no ibope, ele pisa em uma boneca loira e a esmaga. Seria mesmo uma referência a ela?

Se é ou não, o que sabemos realmente é a participação de Gretchen no filme. Interpretada por Emanuelle Araújo, a diva dos rebolados é citada com seu próprio nome. "De vestido curto, ela canta no programa infantil, o que ocorreu na realidade, e tem um caso com o palhaço, o que também teria acontecido", finaliza Maurício.

Assista o trailer:
Rafael Campos
Rafael Campos