Fear The Walking Dead | 3x11 (crítica c/spoilers)




Em "La Serpiente" temos um episódio quase que focado em três personagens centrais. 

Como era de esperar não houve atrito no reencontro entre Daniel e Victor. Afinal, Madison estava lá para "salvar" o dia e revelar que Ofélia está viva. Todo o rancor foi por água a baixo para dar lugar a iminente guerra pela água. 

Interessante que enquanto em The Walking Dead a situação beira ao extremo. Em Fear tudo corre ainda politicamente sutil, quase correto. Ainda não houve alguma situação ou ação por parte dos personagens que exigisse grande sacrifício ou escolha.


Ainda há conversa, ainda há trocas e negociações. Em resumo, ainda existe civilidade.


Me pergunto até quando isso irá durar. Mas nos foi prometido "A Queda" nessa temporada e estou ansiosa por isso. E por mais que alguns achem que possa cair na mesmice eles vagarem em busca de um lugar seguro. Realmente é disso que se trata a série. A busca por esperança. Por um retorno a uma sociedade. E pra isso, é necessário procurar.


A dinâmica entre Madison e Victor é definitivamente algo para se prestar atenção. Ambos são estrategistas. Apesar de Victor ser um pouco mais cru, por ser sua verdadeira natureza, enquanto Madison apenas teve que se adaptar.

Victor promete grandes coisas para as próximas temporadas (se viver até lá). Se para o bem ou para o mal, a de se esperar. Mas desde sua primeira aparição espero alguma traição vinda dele. Vamos esperar que eu esteja errada. Mas uma coisa é certa, ele sabe se virar.


"Conhecimento é poder"


Esse acordo entre a comunidade do rancho e a represa não poderá se sustentar para sempre. É apenas inevitável. A represa irá cair.

Ansiosos para os próximos episódios?
 

Juliana Xavier
Juliana Xavier

INSTAGRAM