Tartarugas até lá embaixo | Novo livro de John Green já se encontra em pré-venda


Mundialmente conhecido por escrever A Culpa é das Estrelas e Cidades de Papel, ambos adaptados para o cinema, o norte-americano John Green, após um hiato de seis anos, já escreveu seu novo livro, que será lançado no próximo mês. Com um título bastante incomum, Tartarugas até lá embaixo aborda a questão do TOC (transtorno obsessivo-compulsivo), sendo o mais pessoal de seus romances, visto que o autor também sofre do mesmo distúrbio.



Conforme sinopse da editora:

A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido - quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro - enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).



Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância –, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.



Para esclarecer o título aparentemente desconexo, a editora Intrínseca postou um texto e um vídeo com a explicação do autor, que fala que circula na comunidade científica uma história – inclusive contada por Stephen Hawking no primeiro capítulo do famoso livro Uma breve história do tempo – acerca de um renomado cientista que certa vez dava uma palestra sobre astronomia, dissertando sobre o modo como a Terra orbita o Sol e como o Sol, por sua vez, orbita o centro de uma vasta coleção de estrelas que chamamos de galáxia. Ao término da palestra, houve a intervenção de uma senhorinha: “O que o senhor acabou de falar é bobagem. Na verdade, o mundo é um prato achatado apoiado no dorso de uma tartaruga gigante”. O cientista, então, perguntou em que a tal tartaruga gigante estaria apoiada; com isso, a senhorinha respondeu: “Em outra tartaruga. Uma tartaruga abaixo da outra. Há tartarugas até lá embaixo”.


Se a explicação parece confusa, é porque, para compreender o título, é necessário conhecer a história de Aza Holmes, protagonista do romance. Tendo em vista que o transtorno obsessivo-compulsivo ocorre como uma espiral de pensamentos que parece não ter fim, essa simbologia se liga à escada de tartarugas uma embaixo da outra, assim como à espiral presente na capa do livro.

Com lançamento previsto para o dia 10 de outubro, Tartarugas até lá embaixo promete narrar a emocionante jornada de uma garota que vê o mundo de um jeito diferente. Publicado no Brasil com o selo da editora Intrínseca, o livro já se encontra em pré-venda.
Arthur Conrado
Arthur Conrado

INSTAGRAM