Thor: Ragnarok | Produtor explica porque o traje de Hela é 70% computação gráfica


O produtor Brad Winderbaum, explicou para a imprensa americana o motivo do figurino de Cate Blanchett como Hela, ser 70% computação gráfica, em Thor: Ragnarok.

“O traje da Hela em si é muito icônico. Mas quando você tem uma atriz como Cate, o que queríamos fazer não era amarrá-la a um traje físico, o que seria excessivamente complicado e muito pesado. Se estivéssemos nos anos 80 ou 90, você realmente precisaria colocar algo do tipo. A chave é que podemos nos basear na atuação e nos movimentos físicos de Cate. Nós então temos a opção de fazer seu traje se comportar em sincronia com sua ação. A ideia é fazer o traje maleável a atuação, e não o contrário. Então, a deixamos atuar tranquilamente para que outros elementos legais, como a capa, o adereço de cabeça fossem adicionados depois.” 

O filme é dirigido por Taika Waititi, com base no roteiro de Stephany Folsom. O filme será produzido pela Marvel Studios, com distribuição da Walt Disney Studios Motion Pictures

 O elenco é composto por Chris Hemsworth, Tom Hiddleston, Jaimie Alexander, Idris Elba, Anthony Hopkins, Cate Blanchett, Tessa Thompson, Jeff Goldblum, Karl Urban, Mark Ruffalo e Benedict Cumberbatch. 
 Após os eventos de Vingadores: Era de Ultron, Thor é preso no outro lado do universo sem seu martelo poderoso e encontra-se em uma corrida contra o tempo para voltar a Asgard e impedir o Ragnarok – a destruição de seu mundo natal e o fim da civilização Asgardiana – nas mãos de uma ameaça nova todo-poderosa, Hela implacável. Mas primeiro ele deve sobreviver a uma disputa de gladiadores mortal que o coloca contra seu ex-aliado e companheiro vingador – o Hulk. 

 Thor: Ragnarok estreia em 25 de outubro no Brasil.

Charles Zavaroski
Charles Zavaroski