Halloween | Dicas literárias aterrorizantes para curtir nessa data sombria



O Halloween é um dia que convoca todos os monstros com sua aura de terror: zumbis, vampiros, lobisomens, demônios, fantasmas, criaturas míticas e, inclusive, assassinos em série estão entre as figuras típicas. Mais conhecido como Dia das Bruxas, a data, na verdade, é uma celebração popular de culto aos mortos. Em homenagem a essa comemoração tão soturna, trazemos para os leitores de plantão uma lista com os lançamentos literários mais sombrios para serem lidos entre um susto e outro.


1. A Hora do Pesadelo: Never Sleep Again (Thommy Hutson)



Freddy Krueger surgiu nas telonas em uma produção de baixo orçamento de 1984. Desde então, passou a assombrar o inconsciente de muita gente. A Hora do Pesadelo: Never Sleep Again, o mais novo título da Coleção Dissecando da editora Darkside, é o registro mais completo sobre esse famoso slasher movie, contando a história de como o diretor Wes Craven resgatou uma antiga obsessão de sua infância para criar o assustador e icônico personagem. Lançamento oficial: 31/10/2017.





2. Creepshow (Stephen King e Bernie Wrightson)

Trazendo o nome do Mestre do Terror Stephen King em uma mídia diferente, Creepshow é uma HQ baseada no filme homônimo (que chegou ao Brasil com o subtítulo de Show de Horrores) dirigido por George A. Romero (responsável pelo cultuado A Noite dos Mortos-Vivos) e roteirizado por King. Adaptando o roteiro que escreveu para o longa de 1982 e contando com a arte de Bernie Wrightson (um dos criadores e primeiro ilustrador de O Monstro do Pântano), o autor de It conseguiu transmitir o horror da produção cinematográfica para os quadrinhos – que, inclusive, tinham sido inspiração para o longa-metragem. O livro reúne cinco histórias arrepiantes, duas delas adaptadas de contos que King já havia publicado: “Weeds” e “The Crate”.


3. Herdeiros de Drácula (Richard Dalby)



Em comemoração aos 120 anos de publicação do icônico livro de Bram Stoker, Herdeiros de Drácula apresenta diversas histórias sobre vampiros escritas por grandes nomes da literatura fantástica e sobrenatural. O livro corresponde a uma antologia que reúne 25 contos raros escritos entre 1867 e 1940 por autores geniais, como Sir Arthur Conan Doyle e M.R. James.








4. Belas Adormecidas (Stephen King e Owen King)

Em uma história escrita a quatro mãos, uma produção em conjunto até então inédita entre pai e filho, Stephen King e Owen King apresentam um cenário perturbador na trama de Belas Adormecidas: por todo o mundo, quando as mulheres adormecem, inexplicavelmente, são envoltas por casulos; caso despertadas, por meio do rompimento do casulo, elas se tornam bestiais, reagindo com fúria cega antes de voltar a dormir. Enquanto os homens se dividem entre os que fariam de tudo para proteger as mulheres adormecidas e aqueles que querem aproveitar a crise para instaurar o caos, na pequena cidade de Dooling, as autoridades locais se veem diante do único caso de imunidade à doença do sono: Evie Black, uma mulher misteriosa com poderes inexplicáveis. A partir de uma realidade aterrorizante, os autores conseguem levantar o seguinte questionamento: o que seria do nosso mundo, hegemonicamente regido pela força e figura masculinas, sem a presença feminina?



5. Estou Atrás de Você (John Ajvide Lindqvist)



O sueco John Ajvide Lindqvist imprime o noir escandinavo em Estou Atrás de Você. A narrativa se situa em um lindo dia no acampamento: céu azul, grama verde e farta, quatro trailers, oito adultos, duas crianças, um cachorro e uma gata. Entretanto, apesar de os aparelhos de rádio sintonizarem estações de música nacional, não há sinal de celular e o GPS dos veículos não funciona. Em meio à busca por sentido, figuras estranhas começam a aparecer, até que cada personagem se vê cercado das aparições de seus piores medos, de seus medos mais primários. Lindqvist constrói um mundo aterrorizante e original, confundindo a realidade com o pior pesadelo.




6. Black Hole (Charles Burns)

A mais importante graphic novel de Charles Burns, Black Hole foi publicada de forma seriada durante uma década. A história se passa em meados da década de 1970, nos arredores de Seattle, quando uma praga se alastra entre os adolescentes locais através do contato sexual, ocasionando reações que variam de pessoa para pessoa: desde sutis manchas na pele a transformações grotescas que tornam os infectados aberrações. Composto apenas pelo trabalho em pincel, de alto contraste em preto e branco, o horror existencialista da obra de Burns apresenta um retrato inquietante da alienação dos tempos colegiais, repleto de selvageria e crueldade e hormônios à flor da pele.



7. O Caçador de Demônios (Wesley Snipes e Ray Norman)

Marcando a estreia do ator Wesley Snipes na literatura, O Caçador de Demônios narra um cenário apocalíptico: buscando promover o reino do inferno na terra, um grupo composto pelos homens mais ricos e poderosos do mundo traça o plano de submeter as pessoas à possessão demoníaca e escravidão espiritual. Em meio a esse regime de terror, Lauryn Jefferson, uma jovem médica, se vê impelida a enfrentar as forças malignas. Enquanto é treinada pelo guerreiro sagrado Talon Hunter, ela acaba confrontando o próprio ceticismo na busca pela sua força interna para tal batalha. Apesar de estar com o lançamento previsto apenas para o dia 13 de novembro, o livro, a ser publicado com o selo da editora HarperCollins, já se encontra em pré-venda.
Arthur Conrado
Arthur Conrado

INSTAGRAM