Lena Dunham defende roteirista de "Girls" que é acusado de estupro


Lena Dunham, criadora e protagonista 'Girls', deu uma declaração polêmica ao The Hollywood Report, onde defende o roteirista da série Murray Miller, que foi acusado pela atriz Aurora Perrineau, de estupro quando ela tinha 17 anos.


“Durante a onda de acusações profundamente necessárias nos últimos meses em Hollywood, ficamos entusiasmadas por ver tantas vozes de mulheres ouvidas e experiências sombrias nesta indústria justificadas. É um momento de mudança extremamente importante e, como todas as feministas em Hollywood e além, nós celebramos. Mas, durante todo momento de mudança, há também incidências da cultura, no seu entusiasmo e zelo, derrubando os alvos errados. Acreditamos, tendo trabalhado em estreita colaboração com ele há mais de meia década, que este é o caso com Murray Miller. Enquanto nosso primeiro instinto é ouvir as histórias de todas as mulheres, nosso conhecimento privilegiado da situação de Murray nos faz confiar que, infelizmente, essa acusação é um dos 3% dos casos de agressão sexual que são mal informados todos os anos. É uma verdadeira vergonha isso ser adicionado a esse número, já que as mulheres de Hollywood ainda lutam para serem acreditadas. Nós apoiamos Murray e isso é tudo o que vamos dizer sobre essa questão“


De acordo com o The Wrap, a atriz Aurora Perrineau, alega que foi estuprada em 2012 pelo roteirista, quando estava com dois amigos em um hotel onde assume ter consumido bebidas alcoólicas,.

Ela disse "Ele estava flertando comigo. Eu disse a ele repetidamente que eu tinha 17 anos. Em certo momento, eu acordei na cama de Murray nua. Ele estava em cima de mim tendo relações sexuais. Em nenhum momento eu permiti que ele tivesse qualquer contato sexual comigo".


Charles Zavaroski
Charles Zavaroski

INSTAGRAM