Death Stranding | Kojima explica a paranoia que vimos no trailer “Tudo faz sentido. Tudo vai se ajeitar’ - PREMIERE LINE

NEWS

Home Top Ad

Post Top Ad

11 de dezembro de 2017

Death Stranding | Kojima explica a paranoia que vimos no trailer “Tudo faz sentido. Tudo vai se ajeitar’


Durante o TGA 2017, vimos o mais novo e estranho trailer do misterioso Death Stranding e ninguém entendeu nada. Contudo, Hideo Kojima revelou ao IGN novos detalhes sobre o game. Entenda:


O trailer se inicia com as cenas introdutórias do game, logo após o prólogo. Kojima explica que por anos, a concepção da morte nos games é tratada como o fim de tudo, mas em Death Stranding isso muda.

"Um dos temas deste jogo é a vida e a morte. Então eu quero que pessoas entendam que quando eles morrem no jogo, isso não é o fim".

O personagem interpretado por Norman Reedus se chama Sam, e ele é atingido por explosão solar e em seguida aparece submerso em um mundo invertido. O local seria uma espécie de purgatório, no qual o jogador sempre irá quando morrer e lá poderá explorar tudo numa visão em primeira pessoa, graças a um dom oculto do protagonista.

"Naquele ponto, você não está morto nem vivo. É o equivalente daquela tela que diz: ‘Continue?’ e um uma contagem regressiva se aproxima do zero. […] A morte nunca vai tirá-lo do jogo".

"Como você viu no trailer, havia uma cratera e quando você voltou, ela ainda estava lá. A maioria dos jogos o levaria para antes de essa cratera ser feita. Então, dependendo do jogador, você pode ter muitas crateras espalhadas pelo lugar, depende de cada jogador".

A chuva também será importante no game, pois ela é capuz de manipular o tempo, já que os personagens envelhecem de forma extremamente rápida quando em contato com ela.

Um dos designer do game revelou que o fenômeno se chama Timefall e é essencial para a trama do game e Sam possui uma ligação com ela.

"A maioria das pessoas no jogo sabem da chuva – e, bem, Norman é bem único neste sentido… Acho que eu deveria parar por aqui. Estou falando demais".

Desde o primeiro trailer de Death Stranding há um elemento em comum, os bebês. Os pequeninos tem relação direta com as mecânicas e para a história do game, pois sempre que algum personagem o segura, seu "braço mecânico" começa a se mover, explicou Kojima.

"Muita gente tem falado para mim: ‘Você é louco como Stanley Kubrick… como David Lynch’ e fico honrado, mas estes são todos elementos que funcionam no game design e eles vão de alinhar. Tudo faz sentido. Tudo vai se ajeitar".

Por fim, Kojima revelou que o game será de ação em um mundo aberto com elementos online. Os jogadores se conectarão através dos fios mostrados no título do game, sendo um experiência multiplayer diferente e nunca antes vista.



Death Stranding não tem data de lançamento e chega para PS4 e PC.


Post Bottom Ad

Pages