Siga o PREMIERE LINE nas redes sociais: INSTAGRAM, FACEBOOK e TWITTER.

A-Louva-a-Deus | Assassinatos em Série Nunca Saem de Moda (crítica s/spoilers)


Quase que diariamente a Netflix lança diversos conteúdos sem muito alarde. E é no meio desses lançamentos discretos que séries como A-Louva-A-Deus pode acabar passando despercebida. 


Sem qualquer expectativa comecei a ver essa produção origina francesa. Com apenas 6 episódios de 60 min em média. Temos uma trama dosada, sem muitos artifícios ou dramas. Onde acompanhamos a equipe de Dominique Feracci, a tentar solucionar o caso de um serial killer copiador de uma famosa serial killer conhecida como A Louva a Deus, agora condenada e em prisão perpétua. 


Jeanne Deber (A Louva a Deus) concorda em ajudar a polícia na investigação, portanto que trabalhe junto com seu filho Damien, que passa a liderar a equipe de Dominique. 


Damien Carrot é o protagonista da história. Apesar do ator não ser excelente, ele cumpre o necessário e leva bem a trama. Os demais personagens oscilam entre uma boa atuação e uma atuação mediana.




Dito isso, a série se sai bem em nos apresentar todo um desenvolvimento, tendo começo, meio e fim. Não sobra espaço para cordas soltas. Tudo é bem amarrado e explicado. Cada momento em tela é justificado a frente. Nada é aleatório ou fora de tom. Você pode em algum momento pensar "nossa por que estão mostrando esse núcleo?". Mas lá na frente fará todo sentido. E isso a torna tão boa.



Jeanne (Carole Bouquet) é definitivamente a melhor coisa em A-Louva-A-Deus. Mesmo com participações moderadas, tudo gira em torno de seu passado. Sua participação final é um dos melhores momentos da série já em seu ultimo episódio.

A-Louva-A-Deus acerta em não tentar desconstruir a imagem de "monstro" de Jeanne para nós, telespectadores. E sim, desconstruir a imagem que seu filho tinha dela. Tornando o final, comovente e compreensivo. 


A série não é uma obra prima, mas vale seu tempo e por ser uma série francesa, trás uma experiência nova aos acostumados com produções americanas ou nacionais.

Seu título original francês é The Mantis.
Juliana Xavier
Juliana Xavier

CALENDÁRIO DE SÉRIES: ESTREIAS E RETORNOS

Calendários de Cinema: Estreias