Liar! O contrato de Timothée Chalamet, não impede ele de criticar o diretor Woody Allen como ele disse - PREMIERE LINE

NEWS

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Liar! O contrato de Timothée Chalamet, não impede ele de criticar o diretor Woody Allen como ele disse


Na semana passada, o ator Timothée Chalament, do drama 'Call Me By Your Name', que está no elenco do novo filme do diretor Woody Allen, usou o seu Instagram, para falar que não podia comentar sobre o caso de estupro envolvendo o cineasta, que seu contrato o proibia. (Publicamos a noticia aqui)


Chalament sentiu a necessidade de se explicar, porque as denuncias da filha do diretor Woody Allen, voltaram a mídia, após uma entrevista de Dylan Farrow, para o Today America, onde ela contava que foi estuprada pelo pai, quando tinha apenas sete anos de idade.

Mas segundo o Huffington Post, não há clausula nenhuma no contrato de Timothée que o proíbe de criticar o diretor. O site ainda diz que o ator está jogando nos dois lados para conseguir mais votos nas premiações que estão acontecendo nesse semestre. 

O filme A Rainy Day in New York, de Allen com Timothée Chalamet, Jude Law e Selena Gomez, pode nem estrear por conta das polêmicas envolvendo o diretor. 

Pages