Weinstein Company está sendo vendida por US$ 500 milhões


De acordo com o Wall Street Journal, a Weinstein Company não irá sobreviver após os escândalos sexuais do seu fundador Havery Weinstein, que começaram a vir à tona em Outubro de 2017.


A fonte afirma que a companhia está sendo vendida por nada menos que 500 milhões de dólares e que quanto mais atrizes se levantam para reportar algum assédio cometido por Weinstein, mais o preço cai.

Até o momento, a Lionsgate e Killer Content, são um dos seis compradores que estão negociando para ter a companhia.

Charles Zavaroski
Charles Zavaroski