Altered Carbon I Criadora quer aprofundar discussões sobre identidade de gênero na segunda temporada


Altered Carbon, série mais recente de ficção científica da Netflix estreou já trazendo diversas observações sobre o uso da tecnologia e levantando debates sobre esse tema.


A criadora e showrunner da série, Laeta Kalogridis, entretanto, tocou em alguns assuntos que não tiveram tanta abordagem, mas que são de importância relevantes. Questionada sobre como Altered Carbon pode falar mais abertamente sobre transições de gênero, pois na série, através de um cartucho, as memórias podem ir parar em qualquer corpo humano, ela foi bem direta e disse: "A ideia de que esse tipo de tecnologia cria intersecções interessantes entre seu eu físico e seu espiritual, ou sobre você sendo fluído de alguma forma, certamente é uma ideia de resinificar seu gênero, sendo mais fácil sem precisar de uma cirurgia”.
Laeta também disse que deseja, com calma, abordar mais profundamente essas questões dentro da 2ª temporada da sérir, para que seja tratada de forma devida.


A 1ª temporada de Altered Carbon ainda está disponível na Netflix.

Angelica Menezes
Angelica Menezes