Presidente da gravadora de Ariana Grande é acusado de assédio - PREMIERE LINE

NEWS

Home Top Ad

Post Top Ad

1 de fevereiro de 2018

Presidente da gravadora de Ariana Grande é acusado de assédio


O presidente da Republic Records, Charlie Walk está sendo acusado de assédio sexual, por várias ex-funcionárias. A escritora Tristan Coopersmith publicou uma carta aberta, onde afirmava que o produtor fazia vários comentários sexuais sobre seu corpo.


“Eu ri, lembrei gentilmente de que você estava casada com filhos e tentei mudar o assunto. Mas você estava implacável”, disse Tristan Coopersmith.

Por conta da polêmica, a Universal Music que controla a gravadora, decidiu afastar o produtor da presidência e a Fox tirou Walk do programa 'The Four', no qual era jurado.


Em comunicado oficial da Universal Music disse:
“A Republic Records está comprometida com um ambiente de trabalho seguro onde os funcionários são tratados com justiça e respeito. Nós mantivemos um escritório de advocacia externo para realizar uma investigação independente sobre este assunto e incentivamos qualquer pessoa que tenha informações relevantes para falar com os investigadores da empresa. O Sr. Walk foi colocado em licença e permanecerá assim pelo período de vigência investigação”


Post Bottom Ad

Pages