Riverdale | Finalmente caminhando para bons resultados (2x12/13 crítica) - PREMIERE LINE

NEWS

Home Top Ad

Post Top Ad

12 de fevereiro de 2018

Riverdale | Finalmente caminhando para bons resultados (2x12/13 crítica)


Riverdale definitivamente sabe explorar seus pontos altos e surpreender quando menos esperamos. Se por um lado ela peca em algumas situações escolhendo o exagero ao invés do prático. Em compensação ela sabe acrescentar camadas aos personagens e a sua história com plot twist sensatos e bem pensados.

A segunda temporada começou com mais baixos do que altos. Mas após se livrar (por hora?) do misterioso Black Hood. Ela trouxe a trama o que verdadeiramente importa. Os Lodge. Desde a primeira temporada, o nome Hiram Lodge traz o presságio de uma ameaça para toda a cidade. Enfim a segunda temporada tem sido bem sucedida ao mostrar pouco a pouco, mas sem enrolação, o quão real e gigante é o alcance dos Lodge. Temos visto cada personagem, mesmo que indiretamente, sofrendo alguma influência seja para o bem ou para o mal de Hermione e Hiram Lodge. 


Fica cada vez mais nítido que em algum ponto haverá uma "guerra" onde é impossível prever quem ficará de que lado. Já que a linha tênue entre o certo e o errado, o bem e o mal tem sido cada vez mais fina e frágil nas ações e no caráter dos personagens.


Veronica tem se mostrado uma das personagens inteligentes da série. E cada vez mais se mostra apta não só para lidar com seu envolvimento no negócio da família mas também com as consequências disso.


Já Beth em sua eterna busca pela verdade e justiça. Se encontra cega pela necessidade de corrigir e fazer feliz as pessoas próximas a ela. Não vendo que o bem que pensa estar trazendo a vida das pessoas pode se voltar não só contra ela mas contra todos que ama. 


O que me traz ao momento mais "exagerado" dos episódios. O que aconteceu com agir segundo a lei e contar a verdade? Quando esconder um corpo numa vala e jogar um carro no rio se tornou sensato? Toda sequência foi sem sentido e puramente desnecessária. Mas se é de drama que precisamos por que não?

Jughead continua sendo assim como Veronica um dos melhores personagens da série. Não só estando sempre roubando a cena para si e para tudo que se envolve, mas também tomando as decisões mais calorosas da série, o que o levam a bons e maus resultados e que felizmente ele sabe reconhecer e corrigir seus erros. 


Já Archie, bom, ele está mais envolvido do que esperávamos na grande teia de poder dos Lodge. Foi uma grata surpresa ver que o Agente Adams não passava de um meio para os Lodge testarem sua lealdade. 


Mas se pensarmos bem, com tanto poder, como Hiram não saberia dos encontros de Archie com Adams em plena luz do dia no meio da cidade?  Afinal, como um bom mafioso é essencial saber de tudo. Estar de olho em todos. Não esperava menos dos Lodge.


Infelizmente ainda estão desperdiçando uma das melhores personagens da série, Cheryl Blossom. É uma pena ver ela apenas desfilando de um lado para o outro nas cenas, literalmente.
Dito isso. Riverdale prova que ainda tem muito o que mostrar e que por mais que tenha suas semanas ruins, sabe que é capaz de muito pela frente. Resta torcer para que ela reconheça seus erros cedo e os corrija. Mas o caminho que trilha agora com certeza lhe trará bons frutos.

Riverdale retorna dia 7 de março.

Post Bottom Ad

Pages