Crítica | On My Block – A história por trás da história é sempre a verdadeira - PREMIERE LINE

NEWS

quarta-feira, 28 de março de 2018

Crítica | On My Block – A história por trás da história é sempre a verdadeira



On My Block chegou pela Netflix como quem não queria nada, apenas com um trailer que te deixava no máximo curioso, mas quem decidir apostar na série, terá ótimas surpresas.
 
Uma coisa que é bom citar, pra que você entenda melhor o contexto de uma série que traz toda a miscigenação existente nos Estados Unidos, toda a diversidade de imigrantes, toda a guerra de gangues é que tudo que vemos é a visão de um grupo de adolescentes que acaba de entrar no ensino médio, moradores de um dos guetos latinos de Los Angeles.  Dito isso, imagine você, com 14 anos de idade, tendo os pais deportados e ficando em um local no qual você não conhece nem tem intimidade com ninguém?



E essa é só uma das histórias contadas nesse condensado de emoções que On My Block te faz sentir.
A química que o grupo de adolescentes tem é incrível. Cada um é seu próprio clichê, como a garota mandona, o bobão da turma, o que fala demais e o que seria algo como um “bad boy”, que na verdade só é malzão quando obrigado a ser.



Mas não se engane não, a série não é algo bobo que trata somente de dramas adolescentes não. On My Block consegue mostrar assuntos sérios como as brigas de gangue e a obrigação até mesmo de crianças de participar delas. Sexualidade, diversidade e imigração ilegal.
Mas tudo isso não tira o quanto a série é divertida na sua própria maneira e como Lauren, criadora do projeto, conseguiu colocar todas essas características em conjunto sem que uma atrapalhasse a outra, até no ponto de que todos os personagens secundários são interessantes em sua maneira e tem sua própria história. On My Block faz isso com maestria, e deixa de ser só mais uma original da Netflix que foi só um trailer que você esbarrou enquanto estava passeando e escolhendo o que assistir.


Acredito que o que mais me chamou a atenção na série foi a quantidade de reviravoltas e de histórias que eles conseguiram contar tão bem e de forma tão conclusiva e de um modo que mesmo após terem contado tudo que tinham pra contar, você ainda quer mais daquilo que tá te fazendo sorrir, torcer, se emocionar e passar uma vergonha alheia cá e lá. Ah, e o Jamal é o melhor personagem da série inteirinha, viu? É o que mais faz você torcer pra dar tudo certo.
On My Block é a Netflix mostrando que pode nos surpreender cada vez mais, trazendo uma série que não te enrola, que te dá as respostas que você quer saber sem te fazer perder o interesse por demorar. É a Netflix mostrando que a diversidade étnica é um assunto importantíssimo e que deve ser tratado com mais seriedade, mostrando também que responsabilidade emocional é necessária e que se você acredita em uma coisa, não deve desistir nunca.

Todo mundo deveria dar uma chance pra esse pequeno tesouro que a Netflix criou. Seja o melhor pra todos ao seu redor, independente de coisas adversas que acontecerem. A vida retribui no final.



Escrito por: Luis Alves

Pages