Criador de 'The Handmaid's Tale' fala sobre as mudanças entre o livro e a série - PREMIERE LINE

NEWS

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Criador de 'The Handmaid's Tale' fala sobre as mudanças entre o livro e a série


O criador de 'The Handmaid's Tale', Bruce Miller, esteve no RioC2, onde falou sobre a diferença do livro para o seriado, na qual a série é baseada. Abaixo você vai conferir a entrevista do Omelete.


"Decidimos não aproveitar a ideia do 'Mundo Branco', sem negros, porque acho que muita coisa mudou desde 1985, quando o livro foi escrito. Queríamos falar de racismo sem sermos um programa racista", disse Miller.

Bruce aproveitou para elogiar a atuação de Elisabeth Moss, dizendo "Ela memorizava todos as narrações em off e as passava na cabeça quando estava em silêncio. É simplesmente a melhor atriz que já vi".

Sobre o elenco: "Prefiro contratar alguém que não seja tão bom, mas que seja uma boa pessoa. Odeio a ideia de um set cheio de gente idiota. Alexis Bledel, por exemplo, é uma pessoa maravilhosa e tão linda que parece de mentira".



Depois que um atentado terrorista ceifa a vida do Presidente dos Estados Unidos e de grande parte dos outros políticos eleitos, uma facção catolica toma o poder com o intuito declarado de restaurar a paz. O grupo transforma o país na República de Gilead, instaurando um regime totalitário baseado nas leis dfo antigo testamento, retirando os direitos das minorias e das mulheres em especial. Em meio a isso tudo, Offred é uma "handmaid", ou seja, uma mulher cujo único fim é procriar para manter os níveis demográficos da população. Na sua terceira atribuição, ela é entregue ao Comandante, um oficial de alto escalão do regime, e a relação sai dos rumos planejados pelo sistema.


The Handmaid's Tale retorna nos Estados Unidos com a sua segunda temporada em 25 de abril. No Brasil, a primeira temporada começou a ser exibida na Paramount Channel.


Pages