Crítica | Tomb Raider: Origem - Mais uma vergonha para os games no cinema - PREMIERE LINE

NEWS

Home Top Ad

Post Top Ad

3 de abril de 2018

Crítica | Tomb Raider: Origem - Mais uma vergonha para os games no cinema



A mais recente adaptação de um jogo para a telona, Tomb Raider: A Origem, veio trazendo identidade própria e fuga do material original, quer saber o que isso deu?

NARRATIVA
Com uma narrativa que entrega facilmente todas as respostas, o longa não surpreende em suas decisões ou sequer o que o personagem está tentando fazer. O seu humor é completamente mal acertado, e chega a ser incômodo, como as coisas são tratadas e vividas no filme. Para um filme relativamente longo, chega a ser enfadonho, como acrescentar cenas completamente desnecessárias que estão apenas para encher o tempo e dar impacto visual, enquanto a trama rola como plano de fundo.

ATUAÇÃO
Nada de muito surpreendente nas atuações, nada se destaca, nem sequer a da protagonista. A Alicia Vikander é uma atriz maravilhosa em diversos filmes, enquanto nesse, ela não consegue se transformar na Lara Croft que conhecemos, ou sequer pôr sua própria identidade no filme. É aparente que os atores não tiveram muita liberdade de adaptação, e fizeram apenas o que estava no roteiro e se fechou nisso, presente até nos diálogos que são em certa instância desconexos às personalidades dos personagens.

EFEITOS ESPECIAIS, FOTOGRAFIA E FIGURINO
O figurino consegue passar claramente a imagem da Lara Croft, por mais que a atriz não consiga. No entanto não dá pra considerar a Lara Croft uma versão feminina do Indiana Jones. Acredito que essa não era a intenção, mas o caminho é completamente o mesmo, enquanto aos cenários não há nada de especial, nem sequer sua fotografia impressiona.

VEREDITO
Tomb Raider: A Origem é o clássico fracasso de adaptação fugindo completamente da história original do jogo pelo qual leva o nome. Assim como Assassin’s Creed, longa protagonizado pelo ator Michael Fassbender marido de Alicia Vikander que protagoniza Tomb Raider: A Origem, o filme só tem o nome do jogo, enquanto a história é completamente diferente, porém, diferente de Assassin’s Creed, Tomb Raider: A Origem não consegue ser uma boa adaptação falhando em vários aspectos.

E você? Já assistiu Tomb Raider: A Origem? Conta pra gente o que achou.

Post Bottom Ad

Pages