CRÍTICA: Han Solo: Uma História Star Wars | Um gostinho a mais da saga para os fãs e um belo divertimento pra quem não a conhece - PREMIERE LINE

NEWS

Home Top Ad

Post Top Ad

30 de maio de 2018

CRÍTICA: Han Solo: Uma História Star Wars | Um gostinho a mais da saga para os fãs e um belo divertimento pra quem não a conhece


Ah, toda vez que eu ver qualquer filme da icônica saga Star Wars, com certeza um sentimento de nostalgia vai bater. Mas não só nostalgia também, familiaridade e carinho com todas aquelas histórias também.

Mas, como nunca é demais (isso nem sempre se aplica, mas aqui sim), a Disney resolveu cortar o espaço de espera por um novo filme no meio, e lançou o primeiro spin-off de Star Wars no cinema, como a história de origem do tão amado, no entanto vivo só no passado, Han Solo.


Han é interpretado por Alden Ehrenreich; além dele, temos também grandes nomes no elenco como Emilia Clarke e Donald Glover, Kira e Lando Calrissian, respectivamente. Chewie também está presente, representado por Joonas Suotamo, que assumiu o personagem em “Os Últimos Jedi”.

A história começa com Han tentando escapar de um planeta que é controlado pela ordem Imperial, e perdendo seu grande amor no processo para escapar. A partir de então, seu objetivo é virar piloto e tirar Kira, a garota que ama, do planeta onde estavam presos.

A história empolga, diverte e, pelo menos à mim, prendeu até o fim. Agora, alguns pontos merecem um destaque à mais, e você conhecerá eles agora.


As atuações, coisa que eu estava digamos que, bastante com o pé atrás, me surpreenderam demais. Donald Glover é um dos caras mais sensacionais desse mundo do cinema, só pelo carisma que tem. Alden encarnou muito bem o Han, até no senso de humor idiota; Emilia Clarke não fica de fora dos elogios também. E também, vida longa a androide L3! Você estará sempre conosco com esse desejo de revolução.

Agora, em questão do roteiro, o ponto mais alto pra mim é o encontro, e a escolha de Han e Chewie de se tornarem parceiros. É incrível a conexão que os dois têm, apesar de serem atores completamente diferentes, parece ser algo que se torna automático quando se trata dos dois personagens. Ver Han confiando a vida a Chewie pela primeira vez, é algo a se lembrar para um fã da saga. E vale mencionar também o primeiro momento que a Millenium Falcon aparece, é empolgante! Mais ainda é ver o Han pilotando ela pela primeira vez contra 5 caças. É de longe a perseguição mais incrível do filme.


Han Solo: Uma História Star Wars é um aperitivo aos fãs impacientes, recheado de cenas de ação muito boas, grandes atuações e aquele gostinho de quero mais que todo filme de Star Wars deixa, e apesar de sua bilheteria não ter sido tão grande, quem é fã irá gostar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages