Crítica s/spoilers | Killing Eve - Uma das melhores séries de 2018 - PREMIERE LINE

NEWS

Home Top Ad

Post Top Ad

16 de julho de 2018

Crítica s/spoilers | Killing Eve - Uma das melhores séries de 2018


Sandra Oh está de volta com Killing Eve. E ela não poderia escolher melhor sua volta a TV!

Diferente de sua última personagem de sucesso, a inesquecível Cristina Yang em Grey's Anatomy. Em Killing Eve, temos uma mulher que apesar de sua falta de preparo não tem medo de dizer o que pensa e vai atrás da sua intuição. Eve Polastri não se cala. Ela usa seus pontos fortes para sobreviver aos problemas impostos no seu caminho e mesmo que por muitas vezes ela não pareça ter consciência de sua própria capacidade, isso acaba se tornando mais uma das suas qualidades. Você nunca saberá o que Eve está pensando.


Mesmo que ambas as personagens interpretadas por Sandra OH tenham suas semelhanças, por representar mulheres fortes e decididas. As semelhanças param por aqui. Killing Eve em nenhum momento faz você lembrar de sua personagem em Grey's Anatomy. Sandra Oh está longe de lhe fazer recordar de Cristina. O que é maravilhoso e só mais uma prova (para quem ainda duvidava) o quão incrível ela é. 


Mas quem dar mesmo um show de atuação é Jodie Comer como Villanelle. Ela é um dos vilões mais carismáticos, desequilibrados e perigosos já vistos na TV recentemente. Quem a conhece de outros papéis já sabe o quão boa é (The White Princess, Thirteen). Para quem nunca teve a oportunidade de vê-la em cena, pode acreditar, será de tirar o fôlego.


Mas é em Killing Eve que Jodie brilha e encontra seu papel que pode a levar a um futuro promissor na TV. Jodie dar vida a Villanelle. Um vilã complexa e imprevisível.



Killing Eve parece ser simples. E é. Sua narrativa não é mirabolante e nem a maior novidade. Mas a forma como ela é escrita e somado a suas boas atuações, ela se destaca e entrega tudo que o telespectador espera para cair de amores por suas protagonistas e história. 


A obsessão das duas uma pela outra é um atrativo a mais para o show. É aquele tipo de rivalidade necessária para existência de ambas, que as completa. É definitivamente um caso de amor e ódio. A dinâmica das duas apesar de pouco tempo juntas em cena é perfeita e não deixa nada a desejar. A química entre Jodie e Sandra é perfeita. A verdade é que a série se torna mais interessante cada vez que as duas se encontram. E arrisco dizer, que ela não seria nada sem Sandra Oh e Jodie Comer.


Com apenas 8 episódios em sua 1° temporada e já renovada. Killing Eve é mais uma produção bem sucedida de 2018 e que ainda vai conquistar muitos fãs em sua trajetória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages