Azealia Banks | MC's brasileiros fazem campanha exigindo pedido de desculpas da rapper e ela responde em português - PREMIERE LINE

NEWS

Post Bottom Ad

8 de agosto de 2018

Azealia Banks | MC's brasileiros fazem campanha exigindo pedido de desculpas da rapper e ela responde em português

Azealia Banks é bem conhecida na indústria musical por sua língua afiada e as inúmeras discussões travadas contra outros artistas.

O problema dessa vez veio com dois MC's brasileiros. No início do ano, Azealia teve um desentendimento com os brasileiros na internet e foi um pouco ofensiva em seus posts em sua página do Twitter. Ela escreveu "Quando esses anormais do terceiro mundo vão parar de fazer spam com esse inglês errado falando sobre algo que não sabem? É hilário ser chamada de ‘black whore’ por brasileiros brancos. Eles deveriam se preocupar com a economia primeiro, não sabia que tinha internet na favela."

Quando foi anunciado 5 shows da rapper em nosso país, os MC's Ed e Charmosinho começaram uma campanha exigindo um pedido de desculpas da norte-americana. Em um post no Instagram eles afirmam: "Essa mina ta tirando, vai falar mal do Brasil, não vai pedir desculpas e vem aqui achando que somos trouxas? Cantar e levar embora o dinheiro dos favelados? Como ela mesma disse! Não vamos ficar quietos @azealiabanks #Vacilona #AzealiaNao #EntendiNada" e pedem para os seguidores usarem a hashtag #AzealiaNao.
A rapper ficou sabendo da campanha e resolveu responder em suas redes. Ela fez questão de escrever em português e tentar esclarecer o problema: 

"Veja, quando você é uma princesa americana como eu, você começa a viajar pelo mundo e encontrar pessoas que te amam e se relacionam com você, independente de qualquer coisa. Além disso, há a quantidade de racismo vivenciada online por parte de brasileiros brancos, me chamando de crioula e camponesa. Eu poderia ser muito desligada com o que alguém tem a dizer sobre mim. Estou indo ao Brasil para festejar com meus fãs e você, pode engasgar. Eu não vou continuar me explicando por me defender de trolls racistas na internet. Se alguém tiver um problema ou precisar de explicação, pergunte a seus pais. Meus fãs no Brasil são como uma família para mim e eu não deixo ninguém tentar mudar essa narrativa para convencê-los do contrário. Esse é o fim do livro. Eu não quero ouvir mais nada sobre isso."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Pages