(Des) Encanto | Uma pitada de humor negro e uma tacada de mestre na nova animação da Netflix - PREMIERE LINE

NEWS

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

(Des) Encanto | Uma pitada de humor negro e uma tacada de mestre na nova animação da Netflix


(Des)encanto é a mais nova produção original da Netflix, e traz consigo um humor e diversão característicos de seu criador, Matt Groening, que também deu vida aos Simpsons. A animação da Netflix conta com 3 personagens principais: A princesa Bean, uma humana; o Elfo, que seguindo a lógica é um elfo; e Luci, um demônio com um senso de humor peculiar, no mínimo. Tudo isso, se passa na “Terra dos Sonhos”, ou como é tratada na animação, “Dreamland”.


Beam é a típica personagem principal das aventuras de Groening, assim como Fry ou Homer, a princesa só procura as necessidades mais básicas e carnais do ser humano: beber, transar, comer. Mas apesar disso, ela traz uma complexidade no fato de que Beam sente que não pertence à aquele lugar, e também pelo fato de que se sente inútil aos olhos de seu pai. Já o Rei Zog, nada mais é que um bêbado funcional que a princípio parece pensar só no próprio nariz, mas assim como alguns personagens da série, pode te surpreender.

Agora Luci, o demônio, é o personagem mais interessante de toda a animação, além de ser o mais engraçado. O demônio traz um jeito despreocupado e voltado basicamente ao humor negro, trazendo sempre a tona o que ninguém falaria. O Elfo é, do trio de protagonistas, o mais relevante, pra não dizer desnecessário. Mas desempenha um papel importante na história apesar de ser meio irritante.


A temporada, assim como vários originais da plataforma, é divida em partes. Na parte um, 
conhecemos os personagens e vemos Beam tentando fugir de um casamento arranjado por seu pai, por motivos diplomáticos. A partir do momento que esse arco acaba, Beam inicia sua saga para provar seu valor ao pai. A primeira parte da animação, apesar de ter um roteiro contínuo na história, se torna um pouco arrastada em certas partes de certos episódios, mas nada que te faça querer abandonar a série.

Agora, um detalhe que pra mim foi a melhor coisa que a Netflix fez nessa primeira aventura de Beam, foi a dublagem brasileira da animação. Imagina só, você que adora se divertir com os memes que circulam pelas redes sociais e pela internet no geral, assistir um desenho que é recheado de humor ácido, e que utiliza a maioria dos memes nas situações apresentadas durante a história. É absurdamente bom e engraçado você ouvir um personagem de uma animação que se passa num mundo com criaturas míticas e medieval, um “tá pegando fogo, bicho”; um “tá saindo da jaula o monstro” e, além de diversas outras citações, “vou fazer uma sopa pá nois”. É incrível a influência cultural dos memes brasileiros, e como a Netflix foi esperta o bastante pra colocar cada um  em um lugar que combinava exatamente com o que foi dito. Naturalidade, seria a palavra.


Além de tudo, a temporada deixa um gancho bem interessante para a próxima parte. (Des)encanto conta com 10 episódios na sua primeira temporada e já está disponível na Netflix.

Assista dublado, e se divirta com o humor negro presente. Nota 4/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages