ESPECIAIS | Superman: 80 anos de quadrinhos e 40 anos de cinema do símbolo maior da cultura pop - PREMIERE LINE

NEWS

domingo, 12 de agosto de 2018

ESPECIAIS | Superman: 80 anos de quadrinhos e 40 anos de cinema do símbolo maior da cultura pop


É fato que vivemos o ápice dos heróis nos cinemas, todo mundo hoje em dia conhece os nomes mais e menos famosos das HQs, mas nada disso faria sentido se o primeiro super-herói não pulasse das páginas de quadrinhos, que tratava de várias histórias e sem o modelo narrativo autônomo que temos hoje em dia, para as vidas e corações de milhões de pessoas. E é nesse ponto que o Superman se torna o herói mais importante das HQs.

Criado em 1938, para integrar um grupo de histórias da finada companhia “Action Comics”, o “Homem de Aço” ganhou popularidade e suas próprias aventuras ainda nos anos 30 do século passado, seu sucesso abriu portas, muitas portas, como para o surgimento de outros heróis, em especial as outras duas partes da chamada trindade da DC, Batman (1939) e Mulher-Maravilha (1941).


Através dele, surge um modelo amplamente lucrativo das revistas em quadrinhos, que fazem sucesso entre crianças e jovens, especialmente os que foram para a 2ª Guerra Mundial que utilizavam elas para distrair em meio ao conflito. A Action Comics, de pretensão modesta, passa a vender mais de 500 mil exemplares de revistas nos Estados Unidos, depois a empresa cresce e surge a DC Comics, que já abrangia uma maior diversidade de conteúdo, incluindo outros heróis.

Após o boom do garoto de Kripton, uma gama de coisas do segmento surgem, inclusive a Marvel, que aparece nos anos 60 e passa a buscar concorrência com os já consolidados heróis da DC. Superman continua como principal nome da editora nos mais diversos momentos dos quadrinhos no século XX, na Era de Ouro (1938-1955), Era de Prata (1956-1970), Era de Bronze (1977-1988) e no século XXI, no surgimento do novo modelo editorial da DC com os Novos 52 (2011).

Mas não bastasse o ícone dos quadrinhos, as histórias de Clark Kent ganharam as telas do cinema em 1978 e deslumbrou a todos com o primeiro grande filme de super-herói, “Superman – O Filme” (1978). O longa até hoje é tido como um dos mais queridos e icônicos entre os fãs do gênero. Além de ser um dos maiores Blockbusters de sua época, o filme protagonizado por Christopher Reeve, abriu portas para o sonho de todos os nerds em ver seus heróis no cinema.


O filme de 78 rendeu mais três sequências ao longo dos anos 80 e ajudou a popularizar os filmes de heróis em uma época que nada disso era tido como arte. Além dessa sequência de filmes, o herói reapareceu em um novo longa em 2006, sem o mesmo sucesso de seus antecessores, rendendo um grande prejuízo ao estúdio e produtores. 7 anos depois, o Superman volta a surgir como protagonista do Universo Cinematográfico da DC em “O Homem de Aço”, o longa teve recepção morna, e ficou aquém do esperado, contando novamente a história de origem do herói.

Mesmo assim, a DC lançou em 2016 mais um Blockbuster com o personagem e colocando frente a frente com outro grande herói da editora, o Batman. “Batman vs Superman: A Origem da Justiça” patina na bilheteria, agrada boa parte dos fãs dos heróis, mas desagrada boa parte da crítica e do público menos fã. A última aparição do Superman nos cinemas, foi em “Liga da Justiça” (2017), mais um filme questionado e criticado, que parece ter levado o personagem para mais um longo hiato.

Mesmo não estando em seus dias de glória de outros tempos, Superman merece ser celebrado, pois sempre foi responsável por alavancar o gênero de heróis, seja em 1938, seja em 1978, ele sempre será o ícone de grande apreciação e gigantismo dos heróis. Nem o próprio Joe Shuster, criador do personagem, poderia imaginar tanto impacto e longevidade. Que o personagem continue nos brindando com grandes histórias, por várias gerações, nos quadrinhos, no cinema ou na TV, vida longa ao “Homem de Aço”!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages