Sociedade Brasileira de Pediatria pede cancelamento da animação "Super Drags" por não achar adequado para crianças - PREMIERE LINE

NEWS

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Sociedade Brasileira de Pediatria pede cancelamento da animação "Super Drags" por não achar adequado para crianças


A nova animação da Netflix, "Super Drags", nem estreou e já está na mira dos conservadores. 

Totalmente desinformada a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou uma nota nesta semana pedindo o cancelamento da série, por não achar adequado para crianças, só que eles nem tiveram o mísero trabalho de ler a respeito da animação, para saber que é uma serie animada para adultos. 

"A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em nome de cerca de 40 mil especialistas na saúde física, mental e emocional de cerca de 60 de milhões de crianças e adolescentes, vê com preocupação o anúncio de estreia, no segundo semestre de 2018, de um desenho animado, a ser exibido em plataforma de streaming, cuja trama gira ao redor de jovens que se transformam em drag queens super-heroínas", diz a entidade.

A Netflix rebateu os pediatras dizendo:
"Para a Netflix as questões de inclusão e diversidade são extremamente importantes, elas estão no núcleo do que a empresa é, demonstra e conduz nossos negócios no mundo inteiro e com isso, faz todo o sentido que uma animação como a Super Drags venha a existir, seja produzida pela gente e que a nossa plataforma permita que as pessoas tenham acesso à ela".

Ainda nesta semana o streaming divulgou um vídeo da animação, anunciando que a produção é classificada para maiores de 16 anos. 

"Tão dizendo por aí que Super Drags é pra criança? Quê? Vocês estão me achando com cara de Galinha Pintadinha? Comigo não viado! Vai ter desenho de viado na Netflix, sim! Mas só para maiores de 16 anos", diz Vedete, personagem dublado por Silvetty Montilla.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages