Glenn Close defende James Gunn e revela não concordar com a sua demissão - PREMIERE LINE

NEWS

Post Bottom Ad

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Glenn Close defende James Gunn e revela não concordar com a sua demissão


A atriz Glenn Close conhecida por ter interpretado Cruella de Vil em 101 Dálmatas - O Filme, conversou com à Empire, quando foi questionada sobre a decisão da Disney Studios em demitir James Gunn por conta dos seus tweets antigos com conteúdo de pedofilia terem sido regatados.

Close foi direta ao ponto e revelou que não concorda com a decisão do estúdio e disse mais:
"É difícil pensar nisso sem ele. É triste. E traz à tona algumas questões muito complicadas em torno desse movimento. Eu falo sobre isso com todas as mulheres com quem me relaciono porque quero saber o que as pessoas acham disso, você entende? 'Isso é realmente o que deveria ser feito?' Especialmente nesse caso, em que uma pessoa [o supremacista branco Mike Cernovich] busca arruinar as pessoas por algo que eles escreveram em um contexto totalmente diferente, há dez, 12 anos? Quantos de nós podem voltar ao nosso passado e ter certeza de que tudo o que dissemos foi politicamente correto? Quem pode viver assim? Eu sinto que há algo muito errado sobre isso. Ele é um ser humano imperfeito. Ele era um babaca convencido naquela época e estava dizendo coisas para provocar as pessoas. Isso o nega como um artista? Eu não penso assim. Eu pessoalmente não acredito nisso, caso contrário nós temos que destruir prédios e pinturas - você sabe, destruir todos os Picassos, já que ele tratou as mulheres terrivelmente mal. Se essa vai ser uma revolução cultural duradoura, precisamos levar em consideração a natureza humana".



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Pages