CRÍTICA | O Banquete - Uma torta de climão bem servida - PREMIERE LINE

NEWS

Post Bottom Ad

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

CRÍTICA | O Banquete - Uma torta de climão bem servida


Já viram algum filme que te deixa agoniado? Que te faz ficar preso na cadeira e vai te dando a sensação de que você vai ser sufocado? Pois é exatamente assim que O Banquete te deixa.

Nós vemos aqui uma jornalista que descobre um segredo terrível do presidente e que faz um jantar para comemorar o aniversário de casamento de seu amigo, um editor de revista que fez uma carta aberta para falar dos crimes do mandatário e que vai ser preso no dia seguinte.

Nos aspectos técnicos o filme te entrega tudo com maestria justamente por ser mais contido, temos basicamente um cenário no filme inteiro onde os personagens se agrupam e interagem o tempo inteiro. Quase nunca nós temos apenas uma pessoa em tela o que já eleva o roteiro, uma vez que esse tem que rebolar para se ter diálogos durante quase duas horas. Jogo de câmeras bem feitos mas nada que não seja conservador, tudo com simplicidade.

Aqui o destaque maior vai para as atuações, Drica Moraes a anfitriã da festa é um show a parte. É uma personagem extremamente ácida e ambígua que as motivações vão aparecendo ao longo da trama, hora te fazendo amar e hora te fazendo odiar ela. Já o outro destaque fica por conta do seu marido bêbado interpretado por Caco Ciocler que surpreende ao ser um alívio cômico e um ponto de tensão maravilhoso dentro da trama.

O filme não é fácil de se assistir, parece arrastado para os menos pacientes, porém conforme a história vai andando e você começa a entender o que cada um é dentro do contexto vai ficando cada vez mais fácil de se amarrar a tudo. É o que o cinema nacional faz de melhor, esses filmes que parecem peças de teatro.

Com uma belíssima direção de Daniela Thomas o filme estreia no dia 13 de setembro.

NOTA: 3.5/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages