REVIEW | Punho de Ferro - Uma segunda temporada estonteante e completamente superior ao primeiro ano - PREMIERE LINE

NEWS

Home Top Ad

Post Top Ad

15 de setembro de 2018

REVIEW | Punho de Ferro - Uma segunda temporada estonteante e completamente superior ao primeiro ano


SEM SPOILER

Após o segundo ano de temporadas de Jessica Jones, Luke Cage e Matt Murdock, a Netflix nos apresentou o segundo ano do guerreiro de Kun’ Lun’, Danny Rand. A nova temporada de Punho de Ferro foi anunciada em meados de Julho, e chegou a plataforma de streaming no último dia 7 de setembro. A sequência conta com 10 episódios, 3 a menos que o primeiro ano da série, mas que não fazem falta nem de longe. Mesmo com menos episódios, a nova temporada consegue superar (e muito), a primeira parte da história de Danny.



Foram diversos os novos elementos que contribuíram para que o nível de qualidade da série chegasse em um ponto que faça jus a toda mitologia envolvida na história do Punho de Ferro, que, pelo apresentado nessa temporada, é extremamente extensa e rica em detalhes interessantes. E olha que só arranharam a superfície de algo tão vasto, com potencial pra melhorar ainda mais nos próximos anos.
Agora, o que mais me agradou nessa temporada foi, de longe, a evolução no quesito das lutas. No primeiro ano eram toscas até, com o perdão da palavra. Algumas cenas te davam até raiva de tão mal planejadas; a única pessoa que sabia realmente lutar lá, era a personagem que fazia a Colleen. Mas nesse novo ciclo, as coisas estão completamente diferentes. Não vou dizer spoilers, mas as cenas de luta do episódio 8, até o final da temporada, são estonteantes. Não que até ali não tenham sido completamente superiores do que as da temporada anterior, mas as citadas se destacam.


Além do avança absurdo nas lutas, o roteiro melhorou demais. A história agora te prende, te assusta com as reviravoltas, se surpreende com o que os produtores tiveram coragem de fazer. E falo coragem no melhor sentido possível, pois além de serem uma ótima adição pra mitologia da série, os eventos que ocorrem no segundo ano preparam tanto Danny, como todos os outros para surpresas ainda mais incríveis.


Além de tudo isso, devo também citar a melhoria dos personagens. Melhoria absurda, diga-se de passagem. Ward Meachum agora enfrenta seus diversos demônios pessoais, vive em conflito com eles. E mesmo assim, não desiste de tentar ajudar Danny e recuperar Joy na sua vida. Já Joy é desnecessária e chata, em contra partida com Davos, que se tornou o vilão que deveria ter sido desde a primeira temporada da série. Além disso, a conexão de Misty Knight e Colleen Wing é uma das melhores coisas dessa temporada, de longe. Misty é uma adição incrível para a série, assim como é em Luke Cage. Uma personagem nova, extremamente interessante, por mais que não seja exatamente da saga de Danny, é a militar Mary Walker. Com uma história de fundo turbulenta e misteriosa, Mary é uma ex-militar que sofre de distúrbio dissociativo de personalidade, ou para os mais leigos, múltiplas personalidades. E isso afeta a temporada diretamente, e é uma coisa ótima. Mas vale lembrar que Mary é primeiramente parte da história de Matt Murdock, e pode muito bem aparecer no terceiro ano do homem sem medo.


Mas como, tudo não pode ser um mar de rosas com a empresa de streaming mais famosa do mundo, o início da temporada é arrastado e dá um pouco de sono, pelo menos até o episódio 5, mais ou menos, que é onde as coisas começam a ficar mais tensas e agitadas. Mas, por mais que tenha sido arrastado o início, os 3 últimos episódios te grudam na frente da tela, sem querer sair mais.


A segunda temporada de Punho de Ferro já está disponível na Netflix, e conta com diversas ligações e menções tanto aos demais defensores, quanto aos acontecimentos anteriores. O novo ano da série melhora drasticamente em todos os pontos que errou antes, e traz uma temporada concisa e interessante, com diversas (e incríveis) reviravoltas que compensam ser vistas por qualquer fã do herói ou da Marvel.

Nota: 4/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages