Review | Life is Strange 2: Episodio 1 - Uma jornada de amadurecimento. - PREMIERE LINE

NEWS

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Review | Life is Strange 2: Episodio 1 - Uma jornada de amadurecimento.


 Como prometido, Life is Strange 2, chegou a nossas mãos e não minta para mim, você também estava com um pé atrás quanto a o 2 jogo não chegar aos pés do primeiro. Mas eu tenho uma boa noticia para te dar, ele é tão bom quanto. Lançado três anos depois do original, Life is Strange 2 nos da novos personagens, uma nova - e diferente - narrativa e é claro novos poderes.

 No jogo nós controlamos Sean Diaz, um garoto de 17 anos que mora em Seattle. Sean é irmão de Daniel, o co-protagonista dessa história. Daniel, é uma criança de 9 anos e que é bastante hiperativo. Ambos são filhos do mexicano Esteban um pai que trabalha muito duro para dar do melhor para seus filhos, mesmo que para isso ele tenha que sofrer por não ser americano. E alem disso também temos Lyla, sua melhor amiga - e um possível ponto crucial. O jogo começa depois de um desentendimento entra a policia e a morte de seu pai, onde agora você terá que fugir junto ao seu pequeno irmão e sobreviver a uma grande jornada..


 É importante destacar que nós não jogamos com quem tem os poderes dessa vez e isso vai ser um grande desafio, pois Daniel tem apenas 9 anos e ele nem sabe o poder que sua tem em suas mãos, e que sua telecinese é controlada por suas emoções. Vai caber a nós fazer quem o Daniel vai ser durante o jogo. As suas decisões aqui irão pesar mais do que nunca, por exemplo: Se o Daniel ver você roubando, ele irá achar que aquilo é normal. Além de que você é o irmão mais velho, você pode escolher entre ser o chato ou o legal, tomando bastante cuidado para não mimar o garoto de mais ou para demonstrar que você não se importa o bastante com ele

 Como agora teremos dois protagonistas, o jogo tem muito mais diálogos e no meio desses diálogos podem rolar algumas interações, interações aqui que são importantes para a narrativa. Preste bastante atenção em tudo o que o Sean pensa, ele ainda não contou para
o irmão sobre a morte do pai, ele leva essa dor sozinho tentando proteger o irmão.

 A Dontnod Entertainment nos entrega aqui um jogo muito mais complexo do que realmente pensávamos. Agora nós temos uma nova mecânica, que é quanto ao dinheiro. Dependendo de sua escolha no inicio, você terá uma certa quantia de dinheiro que deve ser bem usada entre a alimentação e a diversão dos irmãos. Tomando bastante cuidado para não gastar tudo de uma vez só

 Venho dizer mais uma vez que eu tiro o meu chapéu para a direção de arte do jogo, mas bonita do que nunca. Além dos gráficos terem melhorados bastante eles não perderam a sua essência de aquarela e isso é quase que um colírio para os olhos já que boa parte do jogo se passa ao ar livre, falando nisso para os fãs de The Last Of Us, o jogo trás um pequeno easter egg dentro da área da floresta.

 E é impossível falar de Life is Strange, sem falar de sua trilha sonora. Por mais que ela não seja tão presente quanto no primeiro jogo ou em Before The Storm os poucos momentos em que ela aparece são magníficos. Como nos momentos em que podemos sentar com Sean, para ouvirmos o seus pensamentos ou para desenhar as paisagens, que serve mais para achievements.


 Life is Strange 2 é bastante profundo, ele toca bem na ferida norte americana de imigrantes. Sean e Daniel, são mexicanos e muitas coisas que acontecem no jogo são por conta disso. Em certo momento do jogo você tem que pedir comida para uma família, você pode fazer a ação quanto pode mandar o seu irmão, acontece que dependendo da sua escolha, você irá sofrer racismo. Outro grande momento do jogo que nos amostra isso, é quanto a um senhor que viu a noticia do que aconteceu em Seatle e solta um "é um por isso que devemos construir aquele muro, para que pessoas como você não aparecem por aqui".

 Roads foi um inicio magnifico com um final de cortar o coração, a jornada de dois irmão em busca do amadurecimento antes da hora. Temos muito o que ver ainda entre os Diaz, mas uma coisa é certa não vai ser nada fácil chegar a Puerto Lobos.


 PS: Suas escolhas em Capitain Spirit ainda não serão relevantes, mas as do primeiro jogo sim.

 O Jogo está disponível para Xbox One, PS4 PC.

Nota: 10/10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages