10 filmes sobre ditadura militar para te preparar para o futuro - PREMIERE LINE

NEWS

Post Bottom Ad

7 de outubro de 2018

10 filmes sobre ditadura militar para te preparar para o futuro


Alguns votaram pelo fim da corrupção, outros para queda do PT, enquanto milhares votaram por que queriam os militares novamente no poder, neste domingo (07). 

O problema é que muitas dessas pessoas não fazem ideia de como foi a ditadura em nosso país, com isso, selecionamos 10 filmes que abordam o assunto com riqueza de detalhes, para você entender o que já aconteceu e que pode acontecer em um futuro próximo, mas bem próximo mesmo.

1. O Dia que Durou 21 Anos (2012), Camilo Tavares - Este documentário mostra a influência do governo dos Estados Unidos no Golpe de Estado no Brasil em 1964. A ação militar que deu início a ditadura contou com a ativa participação de agências como CIA e a própria Casa Branca. Com documentos secretos e gravações originais da época, o filme mostra como os presidentes John F. Kennedy e Lyndon Johnson se organizaram para tirar o presidente João Goulart do poder e apoiar o governo do marechal Humberto Castelo Branco.



2.O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias (2006), Cao Hamburguer - 1970. Mauro (Michel Joelsas) é um garoto mineiro de 12 anos, que adora futebol e jogo de botão. Um dia, sua vida muda completamente, já que seus pais saem de férias de forma inesperada e sem motivo aparente para ele. Na verdade, os pais de Mauro foram obrigados a fugir da perseguição política, tendo que deixá-lo com o avô paterno (Paulo Autran). Porém o avô enfrenta problemas, o que faz com que Mauro tena quhe ficar com Shlomo (Germano Haiut), um velho judeu solitário que é vizinho do avô de Mauro.



3. HOJE (2011), Tata Amaral - Os fantasmas da ditadura protagonizam este filme claustrofóbico de Tata Amaral. Denise Fraga interpreta uma mulher que acaba de comprar um apartamento com o dinheiro de uma indenização judicial. Cíclico, o filme revela aos poucos quem é a protagonista, por que ela recebeu o dinheiro e de onde veio a misteriosa figura que se esconde entre os cômodos daquele apartamento. Denise Fraga surpreende num papel dramático.



4. Tatuagem (2013), Hilton LacerdaNo território do que acontecia paralelo à ditadura, sobre quem ainda acreditava no colorido e nos ritmos musicais de um Brasil liberal e até mesmo anárquico, Tatuagem ocupa então o que restou da liberdade de expressão num período autoritário. Filmado na efervescência do fogo constante de quem resiste a padrões ou aos mais variados impedimentos políticos, é propositalmente escrachado. Um esforço válido, imprevisível e provocativo a honrar diversos quadros do cinema brasileiro, como o próprio movimento do cinema marginal.

5. Ação Entre Amigos (1998), Beto Brant - Quatro ex-guerrilheiros se reencontram 25 anos após o fim do regime militar. Ao descobrirem que seu carrasco, o homem que matou a namorada de um deles, ainda está vivo, eles decidem partir para um acerto de contas.



6. Pra Frente, Brasil (1982 ), Roberto Farias - Após ser confundido com um ativista político, um pacato cidadão da classe média é preso e torturado por agentes federais durante a euforia do milagre econômico brasileiro e da Copa do Mundo de 1970.

7. Tempo de Resistência (2004), Leopoldo PaulinoA luta guerrilheira contra a ditadura militar nos anos 60 e início dos anos 70, a partir do ponto de vista de seus integrantes na época. Uma avaliação real do que foi a resistência armada no Brasil em seu período mais crítico, com todos seus erros e acertos.



8. Zuzu Angel (2006), Sérgio Resende - Certa noite, a estilista Zuzu Angel recebe ligação dizendo que seu filho Stuart foi preso pelos militares. As Forças Armadas negam. Pouco tempo depois, ela recebe uma carta dizendo que Stuart foi torturado até a morte na Aeronáutica. A mãe inicia então uma batalha para localizar o corpo do filho e enterrá-lo.

9. Cidadão Boilesen (2009), Chaim Litewski - O filme narra a história de Henning Albert Boilesen, um empresário dinamarquês naturalizado brasileiro, que dirigiu o grupo Ultra, da Ultragaz. O documentário demonstra a ligação do empresariado brasileiro com a ditadura civil-militar, financiando esta pelo “medo” da implantação de um sistema socialista no Brasil. A obra deixa claro que a ditadura não se realizaria sem a participação do empresariado, demonstrando a importância e a participação das grandes empresas nos anos de chumbo, no Brasil, quando, além de financiarem a implantação do golpe militar de 1964, também financiaram a formação da Operação Bandeirante (OBAN), que iniciou a fase mais perversa da ditadura, em que as práticas de tortura ganharam contornos inimagináveis, originando o que viria a ser o DOI-CODI. A produção de Litewski é uma obra-prima do cinema nacional, muito bem construída e estruturada, sendo imprescindível para quem quer entender um pouco mais sobre a ditadura e descobrir a própria participação da sociedade civil na implantação desta.



10. Batismo de Sangue (2007), Helvécio Ratton - O filme conta a história dos freis Tito (Caio Blat), Betto (Daniel de Oliveira), Oswaldo (Ângelo Antônio), Fernando (Léo Quintão) e Ivo (Odilon Esteves) que, movidos pelos ideais cristãos, passam a apoiar o grupo guerrilheiro Ação Libertadora Nacional, comandado por Carlos Marighella (Marku Ribas). Com o apoio, eles passam a ser vigiados pelos ditadores e acabam sendo presos e torturados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Pages