REVIEW | Riverdale - Um retorno não tão pé no chão? (3x01) - PREMIERE LINE

NEWS

terça-feira, 16 de outubro de 2018

REVIEW | Riverdale - Um retorno não tão pé no chão? (3x01)


Contém spoilers!


Depois de uma segunda temporada que destruiu a imagem de Archie, o tornando um personagem chato e incoerente. Vê-lo terminar sendo acusado de assassinado não é nada menos que satisfatório. Claro, ele é inocente. Mas ele escolheu o pior caminho, se voltando contra seus pais e até seus amigos. Se unir com Hiram Lodge foi a receita para o desastre. Seria simples demais não haver consequências.



Riverdale não é uma série teen comum. Ela é sombria. Então nem sempre haverá um final feliz. E é com essa premissa que seu terceiro ano retorna. O julgamento de Archie vai de mal a pior. E até me surpreende que ele tenha sido "condenado". O que incomoda é a falta de visão das pessoas ao seu redor. Tudo bem que Hiram é o vilão, mas achar que ele manipulou Archie é abusar da inteligência alheia. Archie escolheu seus caminhos e tudo que ele está passando agora é fruto do que plantou. Acreditei de verdade que ele seria absolvido. Mas para minha surpresa o júri não pode decidir e ele acabou se declarando culpado em um ato de "altruísmo". Que ainda assim, não convenceu. É preciso muito mais do que dois episódios e um corpinho bonito para Archie reconquistar o mínimo de respeito do público.



Betty continua de longe, sendo a melhor personagem da série. É fascinante a quantidade de camadas que ela tem e pode ter. Assim como sua família que cada vez mais surpreende abraçando o bizarro. Ainda não entendi o papel de Polly nisso tudo mas espero que em algum momento saibamos mais sobre sua personagem e o que a "fazenda" significa.



Jughead é outro personagem que pode-se dizer que rouba a cena. Além de ser um líder nato, sua facilidade em seguir mistérios e contornar situações é viciante. Faz total sentido que ele seja o primeiro a esbarrar nessa história sombria que está surgindo em Riverdale a partir de um jogo. E é bem provável que um dos nossos protagonistas se envolva mais a frente.

O ritual na floresta terá algo haver com essa seita que Polly e Alice frequentam? Ou é algo diferente? 



Mas é preciso falar sobre esse lado novo e sombrio que o terceiro ano de Riverdale trouxe. Será que tentaram seguir a linha dos quadrinhos "Afterlife with Archie"? Onde inclusive temos um crossover com Sabrina (série inclusive que irá estrear na Netflix)? O que faria total sentido!



No final ficam as perguntas: 

Por que culto satânico? Bebês flutuantes em uma fogueira? Betty tendo convulsões? Eu cai numa realidade alternativa ou o que?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages