Celular poderia ter 12 anos de duração , entenda: - PREMIERE LINE

NEWS

sábado, 17 de novembro de 2018

Celular poderia ter 12 anos de duração , entenda:



Você já ouviu falar sobre Obsolescência Programada? É digamos uma data de utilidade que uma empresa ou fabricante coloca em seu produto, por propositalmente colocar um ou mais componestes ou softwares que vão durar menos do que deveriam.


Muitos suspeitam que isso seja uma pratica comum no mundo dos produtos eletrônicos, mas até o momento não se tem uma comprovação certa. Com os celulares é possível que aconteça o mesmo, apesar das grandes empresas, como Samsung, Apple, Motorola e Google negarem veementemente. Entretanto, o presidente da "Fundação Energia e Inovação Sustentável Sem Obsolescência Programada" (Feniss), Benito Muros, afirma que os celulares poderiam durar até 12 anos se não fosse por essa prática das empresas.
Em entrevista para o jornal El País, ele afirma "no momento, absolutamente todos os fabricantes de celular adotam essa prática. Quando o celular fica mais lento ou aplicativos param de funcionar o usuário pensa que é normal. Se a Obsolescência programada não existisse, a vida útil do celular seria de 12 a 15 anos." Muros ainda comentou que a vida útil de um aparelho costuma ser de 2 anos, até começar a apresentar diversos problemas e que consertos de hardware muitas vezes chegam a 40% do valor de um novo celular.

Vale lembrar que em outubro Samsung e Aplle foram multadas na Itália por deliberadamente usarem dessa artimanha. A agência regulamentadora do mercado de telecomunicações do país declarou "As empresas do grupo Samsung e do grupo Apple aplicaram práticas comerciais desonestas." Segunda a agência, atualização de softwares causaram "graves disfunções e reduziram de maneira significativa o desempenho, acelerando assim sua substituição". Os aparelhos em questão são o Galaxy Note 4 e o Iphone 6, e as empresas tiveram de pagar multas de 5 e 10 milhões de euros, respectivamente. 

Obviamente ninguém espera ficar 10 ou 12 anos com um mesmo aparelho celular, mas pensar que essa prática é feita de forma deliberada para que troquemos de celular não agrada.

E você, acha que a prática existe? Já sentiu isso na pele?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages