Top 10 dos curtas animados indicados ao Oscar 2019 - PREMIERE LINE

NEWS

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Top 10 dos curtas animados indicados ao Oscar 2019


A 91ª cerimônia do Oscar acontecerá no dia 24 de fevereiro e premiará os destaques do ano do cinema mundial.

Além dos clássicos prêmios de Melhor FilmeMelhor Ator e Melhor Atriz, também está em jogo a estatueta pelo Melhor Curta-metragem de Animação, conquistada, em 2018, por "Dear Basketball", um drama animado cuja trama se pautava na carta escrita pelo icônico jogador de basquete Kobe Bryant, na qual ele anunciou sua aposentadoria após vinte anos de carreira.

Sem ter a devida atenção do público do evento e com pouco espaço na mídia, a categoria é um verdadeiro tesouro escondido. Advindas de múltiplas áreas do globo, as obras animadas possuem em suas construções, tanto visual quanto temática, a variedade, enxergada nos estilos em que são produzidos e nas tramas profundas e que dominam as telas e os espectadores em seus poucos minutos de duração.

Os cinco finalistas que disputarão o almejado prêmio ainda não foram divulgados pela Academia ao público, apenas dez títulos pré-selecionados. Assim, elencamos em um ranking os concorrentes à estatueta de Melhor curta-metragem de Animação, opinando sobre cada um deles com disponibilização do acesso a eles. Vamos lá!

10º - "Age of Sails"



Produzido para ser assistido em formato VR, isto é, com óculos de realidade virtual, em que o espectador adentra a trama e a assiste por diversos ângulos, o curta se passa em 1900, em que um solitário marinheiro encontra Lara perdida no mar, resgatando a jovem misteriosa, e sendo desenvolvidos, posteriormente, confiança e afeto entre eles.

A trama deste curta é extremamente simples e previsível, mas bem executada. Em harmonia com a animação simples, que remete a pinturas chapadas e com repetição de cores, percebe-se que a história criada apenas serve de base para a inovação de formato que é a produção de um conteúdo focado para a nova tecnológica de realidade virtual, enquanto nos demais filmes, a animação é uma ferramenta para que algo seja contado da melhor forma possível.

Assista o curta abaixo: 

9º - "Bird Karma"



Produzida pela DreamWorks, a linda animação 2D traz um conto sobre um pássaro de pernas longas e sua ganância. Sem falas e tendo seu ritmo ditado por uma única música, o curta-metragem mostra o que a ganância do animal, que nunca se dá por satisfeito de comer peixes, acarreta a ele, explicando de forma simples o famoso conceito do karma.
Divertido e com uma animação ritmada, “Bird Karma” é alia o visual com o sonoro, fazendo uso de um estilo de animar que vem perdendo espaço no cinema blockbuster, que é o 2D. Entretanto, assim como no filme que ocupa o décimo lugar desse ranking, a história do pássaro ganancioso fica aquém quando comparadas as tramas dos pré-selecionados.

Assista o curta abaixo: 



8º - "Pépé le morse"



“Vovô, a morsa” é o representante francês na lista dos pré-indicados. Com seu tema central sendo o luto, o curta-metragem já mostra sua objetividade em sua sinopse direta: “Na praia nublada, a avó está rezando, mamãe está gritando, as irmãs não se importam, Lucas está sozinho. Vovô era um cara estranho, agora ele está morto.”. E sobre isso trata a história.
Com uma animação tão direta e com cores tão frias quanto a história em seu início, a trama se desenvolve sobre como cada membro da família reage diante da morte do avô, no evento em que suas cinzas serão jogadas na praia. Um exemplo que mostra a importância dos curtas de animação para a construção de narrativas e estilos diversificados, que podem tratar temas como o tal.

Assista o curta abaixo: 

7º - "Bao"



O mais famoso de toda a lista e, com certeza, o mais visto de todos. Produzido pela Pixar e exibido antes do sucesso de bilheteria “Os Incríveis 2”, “Bao” é sobre uma mulher sino-canadense que sofre com a síndrome do ninho vazio. Certo dia, ela recebe a chance de criar outro filho quando um de seus bolinhos cria vida.

Se revelando uma grande metáfora para a maternidade e as relações entre mãe e filho, “Bao” se revela mais profundo do que outros curtas-metragens de grandes estúdios, cujo intuito é apenas divertir e emocionar, tendo algo a mais a oferecer.

Assista o curta abaixo: 

6º - "Animal Behaviour"



Talvez um dos filmes mais fora da curva em relação aos demais, “Comportamento Animal” é uma sessão de terapia em grupo liderada por um cachorro. Animada a traços simples, o destaque são os problemas atribuídos a cada paciente-animal, que vão desde a compulsão alimentar de um porco até os dramas de relacionamento de uma sanguessuga (todos em uma mesma sessão). Tudo vai conforme o esperado até que um gorila com problemas temperamentais chega e coloca o ambiente e as personagens de cabeça para baixo, um ponto de virada divertido, mas que diminui um pouco a história.

Com conteúdos múltiplos que poderiam ser acrescentados, torço para que esse curta se torne uma série adulta, seguindo a onda de BoJack Horseman e Rick and Morty, visto que há uma gama enorme de doenças, transtornos, problemas e animais que poderiam frequentar essa mesma terapia.

Assista o curta abaixo: 



5º - "One Small Step"



Luna, uma garota sino-americana (Ásia está com tudo esse ano) que vive apenas com seu pai, sonha em se tornar uma astronauta, tendo sua história contada desde sua infância no curta-metragem.

Com uma trama bem escrita de apenas 7 minutos, que, de tão bem construída, gera mais empatia do que muitos filmes de 2 horas, no filme é retratada a batalha da jovem para alcançar o seu sonho de ir ao espaço. Entretanto, isso apenas serve de plano de fundo para o verdadeiro destaque: o pai de Luna, que a criou sozinho e fez tudo ao seu alcance para que ela seguisse seu caminho.

Emocionante e especial, a história de Luna, seu pai e o sonho dos dois é um dos destaques da lista e pode ser assistido aqui:



4º - "Weekends"



Premiado em diversos festivais de cinema e animação, "Weekends" é a história de uma criança que precisa se deslocar entre as casas de seus pais recém-divorciados. E com duas casas e estilos de vida diferentes a cada semana, momentos surreais e da realidade de uma família desmembrada se misturam, com a cidade de Toronto dos anos 80 como plano de fundo.

Artisticamente, o filme independente animado à mão de 16 minutos é irretocável. Com um estilo único e que alimenta o sentimento de divisão da história, a técnica é incrível.
A trama do curta também não fica para trás. Perpassando pelo sentimento de ter seus pais separados, com o momento da chegada dos novos companheiros dos mesmos e os sentimentos do filho em meio a tudo isso, mostrando como sua mente infantil mescla o onírico com o real, a animação é uma das melhores da lista.

Assista o curta abaixo: 

3º - "Lost and Found"



O representante da Austrália na categoria e também da animação stop-motion, é uma surpresa no quesito qualidade e desenvolvimento narrativo. Sua trama é simples: um desajeitado dinossauro de crochê deve se desenrolar para salvar o amor de sua vida, que é uma raposa de crochê.

Pela sinopse, espera-se apenas uma história fofa e que é o que é, simples e direta, mas é aí que “Achados e Perdidos” conquista o público e se torna um dos destaques entre os pré-indicados a estatueta deste ano.

A animação é magistral, tendo os seus responsáveis conseguido trabalhar com tecido, linhas e movimentos de forma fluida e natural, mesmo sendo com as técnicas do stop-motion. A cenografia deve ser destacada e elogiada também, pois constrói e ambienta o contexto em que as personagens se inserem, tornando a trama mais profunda e relevante.
Com uma trama agridoce e com um fim aberto, o que não era de se esperar de um filme cujos protagonistas são ligados ao universo infantil, este curta surpreende, encanta e emociona.

Assista o curta abaixo: 



2º - "Bilby"



Assim como "Bird Karma", "Bilby" é uma produção da DreamWorks, apesar de seguir um caminho completamente oposto ao mesmo.

A animação 3D segue os padrões mais altos do mercado, com texturas, movimentos e iluminações que não deixam nada a desejar às grandes franquias de longas-metragens e segue a história de Perry, um marsupial nativo do outback australiano que, após encontrar um pequeno pássaro, precisa proteger os filhotes dos perigos do deserto.

Com apenas 8 minutos de duração, “Bilby” consegue reunir nesse tempo o que sucessos do cinema reúnem: humor, ação, aventura, tensão e um misto dessas e outras emoções, com personagens impossíveis de não se afeiçoar e um cenário pouco explorado nas animações.

Ao final, após tudo isso, fica a pergunta: quando “Bilby” será transformado em um longa-metragem?

Assista o curta abaixo: 

1º - "Late Afternoon"


Chegamos ao destaque da lista de pré-indicados. Com todos os filmes com tantas qualidades e peculiaridades, detalhes que os tornam únicos perante os demais, escolher o melhor curta-metragem de animação dentre tantos ótimos se torna ainda mais difícil. Como julgar tramas, estilos e durações tão diferentes com a mesma régua? Não há resposta certa. O que se pode fazer é comparar os prós e contras de um filme e compará-lo. Ou, talvez, ir apenas por eliminação, até chegar ao que for mais completo. Quem sabe?
Mas “Late Afternoon” (À tardinha) é um problema. Sua sensibilidade e profundidade são destaques que, logo no começo da elaboração desse ranking, me fizeram saber que este curta merecia o primeiro lugar.

Emily toma seu chá da tarde e deixa sua mente vagar de volta ao passado. Enquanto viaja através de suas memórias, momentos de sua vida se misturam com o presente. Com essa premissa, que envolve envelhecimento, nostalgia e família, “Late Afternoon” toca os corações de quem assiste à história de Emily, presenciando os momentos mais marcantes de sua vida.

Tudo isso movido por uma animação de traços simples, mas conceitos geniosos e tocantes de cor e movimento, diferente de tudo apresentado previamente.
Somando todos os aspectos que constroem a história de Emily no curta-metragem, chega-se a conclusão de que boas histórias não precisam ter longas durações ou investimentos milionários, mas, sim, sensibilidade, delicadeza e paixão, que podem ser assistidos no YouTube. Veja abaixo:


Assistam aos curtas e experimentem essa forma tão incrível e única de assistir a filmes, que, muitas vezes, renegamos a um espaço de inferioridade em relação aos grandiosos e mais comentados longas-metragens de orçamentos milionários. E depois, venham nos contar quais são os seus favoritos desta lista de pré-indicados!

Matéria do redator: João Pedro F. Aguiar

Pages