Homenageada em evento, Katy Perry afirma que pessoas com opiniões contrárias não merecem serem excluídas - PREMIERE LINE

Homenageada em evento, Katy Perry afirma que pessoas com opiniões contrárias não merecem serem excluídas

COMPARTILHE

Na última quinta-feira (11) Katy Perry foi homenageada no evento DVF Awards, que reconheceu sua influência na mídia. Durante um bate papo com a imprensa, a cantora tocou em um assunto curioso.

Quando se trata de temas controversos, é comum que pessoas com opiniões contrárias sejam “canceladas” ou boicotadas pelo público. Katy declarou não ser a favor desse tipo de atitude.


"Torna-se claro para mim, todos os dias, o quanto precisamos uns dos outros. Precisamos nos responsabilizar e ter responsabilidade sob os outros, precisamos oferecer gentileza. Em vez de perpetuar a ‘cultura de cancelamento’, em que estamos constantemente jogando o jogo da vergonha, por que não trabalhamos para uma cultura de conversação que nos permite praticar compaixão, empatia e apoio? "
Apesar de ser um conceito bonito, acaba sendo algo difícil de aplicar. Sobre isso, Katy tem um bom conselho.


"Eu não cito muito as escrituras. Eu tenho algum trauma sendo filha de pastor"

brincou ela e continuou:

"Você não pode curar os outros sem estar em uma jornada de cura também. Eu não teria chegado aqui hoje sem mulheres essenciais ao longo da minha jornada, tanto do passado quanto do presente. Eu poderia não estar aqui após minhas frequentes crises de depressão se não fosse a ajuda de minha irmã Angela".

Neste mesmo evento, personalidades como Anita Hill, Nadia Murad, Gloria Steinem, Julia Stiles e Diane von Furstenberg, também foram homenageadas




SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS OFICIAIS: Twitter | Instagram | Facebook |

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages